Tag: greve

O que querem os caminhoneiros do Brasil?

O que querem os caminhoneiros do Brasil?

Notícias
Principais demandas da categoria são a redução no preço do combustível e a maior segurança nas rodovias Redução no preço dos combustíveis e maior segurança nas rodovias. Essas são as principais reivindicações dos caminhoneiros de todo o país. Os dados constam da 7ª edição da Pesquisa CNT Perfil dos Caminhoneiros, divulgada pela Confederação Nacional do Transporte nesta semana. Entre os dias 28 de agosto e 21 de setembro do ano passado, foram entrevistados mais de mil profissionais, sendo 714 autônomos e 352 empregados de frota. Segundo a pesquisa, 51,3% esperam redução no preço dos combustíveis, e 38,3% desejam maior segurança nas vias. Outros pleitos da categoria são: financiamentos oficiais a juros mais baixos para a compra de veículos (27,4%), aumento do valor do frete (26,2
Retrospectiva 2018 –  O que a greve dos caminhoneiros nos ensinou?

Retrospectiva 2018 – O que a greve dos caminhoneiros nos ensinou?

Notícias
Caminhoneiros ficaram paralisados durante dez dias e mobilização ainda repercute dentro e fora do setor. Por Larissa Jacheta Riberti | FOTO: Divulgação / Internet O dia era 21 de maio e aos poucos chegavam as primeiras notícias sobre a paralisação dos caminhoneiros. Os aglomerados de caminhões que se formavam por várias estradas demonstravam, naquele primeiro momento, as duas principais insatisfações que motivaram a mobilização: a cobrança de pedágio sobre eixo suspenso em algumas rodovias e as sucessivas altas no preço do óleo diesel. Não era pra menos! Desde 2015, a cobrança de pedágio sobre eixo suspenso estava proibida pela Lei 13.103, conhecida também como “lei do motorista”, mas ainda era praticada em rodovias estaduais concedidas à iniciativa privada. Quanto ao diesel, a situa
Protesto de caminhoneiros: quatro são detidos e um fica ferido na Dutra, em Barra Mansa

Protesto de caminhoneiros: quatro são detidos e um fica ferido na Dutra, em Barra Mansa

Notícias
Na manhã desta segunda, congestionamento chegou a 6 km. Caminhões foram apedrejados e um agente da PRF agredido no trecho. Uma manifestação de caminhoneiros interrompeu parcialmente o trânsito na manhã desta segunda-feira (10) na Via Dutra, em Barra Mansa, no Sul do Rio de Janeiro. Ao todo, quatro pessoas foram detidas, um caminhoneiro ficou ferido, cinco caminhões foram apedrejados e um agente da PRF foi agredido.   A Polícia Rodoviária Federal informou que durante uma abordagem a dois manifestantes na Dutra, em Barra Mansa, um deles se recusou a apresentar a documentação e tentou fugir, mas foi detido. Com isso, outros manifestantes cercaram a equipe e agrediram um dos agentes. Dois foram levados para a 90ª Delegacia de Polícia (Barra Mansa), onde fo
Entidades se posicionam de maneira contrária à paralisação dos caminhoneiros

Entidades se posicionam de maneira contrária à paralisação dos caminhoneiros

Notícias
Confederação Nacional do Transportes (CNT) divulgou nota reafirmando compromisso com o livre-mercado; presidente da Federação dos Caminhoneiros Autônomos de Carga em Geral do Estado de São Paulo (Fetrabens) afirmou que 'não é hora de brincar com nosso País' Após manifestações de caminhoneiros terem ocorrido na manhã desta segunda-feira, 10, no Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, entidades se posicionaram de maneira contrária à paralisação da categoria e de uma nova greve. A Confederação Nacional do Transporte (CNT) divulgou nota na qual se coloca contra a greve de caminhoneiros e reafirma seu compromisso a favor do livre mercado. Já o presidente da Fetrabens, Norival de Almeida Silva Preto, afirmou em entrevista ao Broadcast Agro que o movimento não pode atrapalh
Caminhoneiros já articulam nova greve para pressionar por tabela de frete

Caminhoneiros já articulam nova greve para pressionar por tabela de frete

Notícias
Lideranças da categoria afirmam que governo não está fiscalizando o cumprimento da lei do preço mínimo do frete, criada para encerrar a paralisação Caminhoneiros podem fazer uma nova paralisação a qualquer momento. O assunto vem sendo discutido por líderes da categoria há algum tempo. O motivo é a insatisfação com a falta de fiscalização contra empresas que descumprem a tabela do frete mínimo. A tabela do preço mínimo do frete foi aprovada pela gestão Michel Temer para encerrar a greve da categoria, que parou o país por onze dias em maio deste ano. Apesar de o governo ter cedido nessa questão, várias entidades de representação da agricultura e indústria reagiram contra o tabelamento e foram ao Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a inconstitucionalidade da medida. Ivar Luiz Schmi
ANTT faz fiscalização às pressas para conter greve de caminhões

ANTT faz fiscalização às pressas para conter greve de caminhões

Notícias
ANTT faz fiscalização na cidade de Catalão, em Goiás, onde paralisação foi organizada nesta segunda (29). Faltam respostas de fundo para o setor A segunda-feira pós eleições começou com ameaça de uma nova greve dos caminhoneiros. O ponto de largada seria Goiás, onde caminhoneiros iniciaram uma paralisação contra o descumprimento da tabela do piso mínimo do frete, um dos acordos fechados com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para encerrar a greve anterior, de maio. Segundo os motoristas, as transportadoras estavam pagando um valor abaixo do frete mínimo, além de “perseguirem” os caminhoneiros que não aceitarem o valor. A ameaça levou a ANTT a organizar uma fiscalização às pressas para evitar danos maiores. Mas a ação escancarou a fragilidade do equilíbrio mantido entre
Em meio a rumores de greve, ANTT ajustará tabela de fretes

Em meio a rumores de greve, ANTT ajustará tabela de fretes

Notícias
A ANTT (Agência Nacional de depositar PIS/Pasep Transportes Terrestres) informou que irá ajustar a tabela de fretes após o aumento do preço do diesel. Segundo o órgão, a Lei 13.703, de 2018, prevê a publicação de uma nova tabela quando houver oscilação superior a 10% no valor do combustível. Na última sexta-feira (31), o preço médio do diesel nas refinarias da Petrobras subiu 13%. Com a alta, o valor passou para R$ 2,2964. Com o reajuste, começaram a circular mensagens no WhatsApp sobre uma paralisação de caminhoneiros a partir desta segunda-feira. Não há identificação dos autores das mensagens. Os rumores provocaram filas em postos de algumas cidades, como Belo Horizonte e Recife. Na capital pernambucana, motoristas correram para abastecer após uma rede de postos sugerir em redes
Na AGU, empresas pedem desconto de multas por greve de caminhoneiros

Na AGU, empresas pedem desconto de multas por greve de caminhoneiros

Notícias
Empresas que foram multadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por obstruir vias durante a greve de caminhoneiros foram à sede da Advocacia-Geral da União (AGU), em Brasília, para negociar um eventual desconto, facilidade no pagamento e, em alguns casos, perdão completo das penalidades. A advogada-geral da União, Grace Mendonça, que presidiu a reunião de conciliação, disse que o objetivo do encontro não foi alcançar um entendimento final, mas ouvir e depois encaminhar ao STF até o dia 10 de setembro as propostas e reivindicações de todas as empresas envolvidas, após consultas a todos os órgãos competentes. “Na verdade, tivemos colocações das duas ordens, tanto no tocante a valor envolvido quanto de parcelamento. Todas essas sugestões nós vamos consolidar e fazer uma análise no sentido d
Alexandre de Moraes defende acordo e descarta perdão total a multas aplicadas na greve dos caminhoneiros

Alexandre de Moraes defende acordo e descarta perdão total a multas aplicadas na greve dos caminhoneiros

Notícias
Ministro do STF é relator de ação do governo que buscou multar empresas envolvidas na greve. Empresas tentam derrubar ou reduzir multas por obstrução das vias durante a paralisação. O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), disse nesta segunda-feira (20) ser "importante" que haja um acordo entre empresas e entidades de classe para que, em uma eventual nova greve dos caminhoneiros, a livre circulação de pessoas não seja comprometida, assim como o acesso a remédios e a alimentos. Relator de uma ação que trata do assunto, Moraes recebeu no STF representantes de associações do setor e descartou o perdão total a multas aplicadas a empresários durante a greve. "Quem obstruiu e foi multado tem sua responsabilidade. Isso será analisado em cada im
Caminhoneiros falam sobre a convivência entre a categoria e suas experiências durante a greve

Caminhoneiros falam sobre a convivência entre a categoria e suas experiências durante a greve

Notícias
Profissionais acreditam que a sociedade passou a valorizá-los após a mobilização. Dia 25 de julho é uma das datas na qual se comemora o Dia do Motorista no Brasil. Nesse período, são tradicionais as festas, celebrações, homenagens e procissões à São Cristóvão, considerado o santo protetor de todos os motoristas. Mas neste ano, a celebração pode ter um significado diferente para os caminhoneiros e caminhoneiras. Após a grande mobilização da categoria que eclodiu a partir do dia 21 de maio, e que praticamente parou o país por mais de dez dias, é certo que a sociedade brasileira tem uma imagem diferente dos trabalhadores da estrada. Vale relembrar, primeiramente, um pouco das condições que motivaram a organização do movimento. A primeira delas, foi justamente a necessidade de se estabele