Jornal

91ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

91ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal, Notícias
  Transporte e crise sanitária Durante mais de um ano de pandemia de coronavírus, atingimos a triste marca de dais de meio milhão de pessoas mortas. E a pergunta que se faz constantemente é: de quem é a culpa ? A Constituição de 1988 deixa explícito que garantir a integridade da saúde é uma responsabilidade do Governo Federal. Assim sendo, a responsabilidade de estabelecer políticas públicas que evitem mortes continua sendo do Governo Federal. Infelizmente, nossos dirigentes não trataram a população com respeito e responsabilidade durante esta pandemia. Tal omissão ficou evidente nos discursos negacionistas e na indicação de tratamentos sem eficácia comprovada pela ciência. A isso, soma-se a demora na compra das vacinas, e a desorganização na sua aplicação. Recentemente, to
90ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia 10 ANOS

90ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia 10 ANOS

CHICO DA BOLEIA 10 ANOS, Jornal, Notícias, Rede Solidária
ENFIM ANO NOVO Caros amigos caminhoneiros, caminhoneiras, carreteiros, carreteiras, empresários e empresárias do setor de transportes, depois de um ano extremamente difícil para todos, no qual o mundo desacelerou por completo, podemos voltar a respirar com esperança! A boa notícia é que existem inúmeras vacinas disponíveis e, com a recente aprovação da ANVISA, pudemos iniciar a campanha de imunização. Enquanto escrevo este editorial, vários países já estão fazendo a aplicação, então os governos municipais, estaduais e o federal têm que deixar a briga política de lado e cumprir com sua obrigação constitucional para cuidar da saúde da população, ampliando o calendário de vacinação e unindo esforços para imunizar a todas e todos. O ano de 2020 foi marcado pela pandemia, pelo medo, p
89ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

89ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
 O ano está voando! Caminhoneiro(a), Carreteiro(a), Empresário(a) do setor dos transportes, eu resisto a usar frases clichês, mas não tem como: o ano está voando! A cada dia que passa, a sensação que eu tenho é que a hora não tem mais 60 minutos, parece que tem 20. Não sei se é devido ao modo acelerado de nossas vidas, se é ao fato de que temos que trabalhar cada vez mais para pagar as contas, a conectividade instantânea com um mar de informações lançados pelos meios eletrônicos que deixa a gente até atordoado e atônito, muitas vezes, ou se é uma junção de tudo isso e tantas outras coisas do nosso dia a dia. E falando em conectividade esta foi uma das palavras mais citadas durante a 22ª edição do Salão Internacional do Transporte Rodoviário de Cargas, a FENATRAN 2019, realizada no mês
88ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

88ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
Sempre cito o mês de agosto como mês do “cachorro louco”, e é um tanto quanto curioso o motivo. Ao revisitar minhas memórias lembro-me que aprendi o termo na infância – e já tem um bom tempo isso – e o fato intrigante é que, quando pesquiso sobre o tema, surgem as mais diversas e doidas justificativas possíveis. Apesar de ser algo sem muita explicação científica, essa ideia popular propaga-se ano após ano; mas, afinal, de onde vem essa história? Muitos sites explicam que essa lenda começou porque o mês de agosto é aquele em que as cadelas mais entram no cio – o período de excitabilidade sexual próprio de tal estado, durante o qual os animais buscam o acasalamento e a fêmea aceita o macho – o que deixa os machos eufóricos, ou “loucos”, como você preferir. Por conta disso, principalmente
87ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

87ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
MEIO ANO JÁ SE FOI Companheiros e companheiras do trecho, o ano de 2019 começou a todo vapor com otimismo e alta em função de uma nova gestão no Palácio do Planalto. Mas chegamos ao meio do ano e toda aquela expectativa criada com otimismo exacerbado ruiu, virou pó. Ou melhor, fumaça! As projeções do PIB demostram esta realidade. Hoje, a previsão mais otimista, depois de ser revisto para baixo pela décima oitava vez, é de um crescimento de 0,85%. Isso é demostrado pelo “Boletim Focus”, que compila previsões dos economistas. mostrando que a perspectiva de expansão caiu 0,02 ponto percentual. Como os amigos e companheiros sabem, o PIB (produto interno bruto) mede como está a economia no nosso Brasil, e um crescimento dessa ordem não é nada diante das nossas necessidades. Apesar das difi
86ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

86ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
O que vem pela frente? Companheiros e companheiras do tapete negro da estrada, 2019 já tem sido um ano intenso! Com o novo governo propondo medidas de alteração com a pretensão de alavancar a economia, precisamos repensar os rumos que o Brasil está tomando política e socialmente. A PEC 06/2019, Proposta de Emenda à Constituição que propõe a Reforma da Previdência, tem sido debatida no âmbito do Governo Federal e dividido as opiniões não só dos representantes do Estado, mas também das entidades sindicais e demais órgãos representativos. Apoiados no discurso de um suposto “rombo” da previdência, os representantes do atual governo querem acelerar o processo de aprovação do texto na Câmara e no Senado. É preciso dizer que o sistema previdenciário vem sendo alterado desde a década de 1990
84ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

84ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
Apagando as luzes de 2018 Companheiros e companheiras do velho tapete negro, chegamos ao final de mais um ano, aquele momento onde olhamos para trás e avaliamos o que fizemos ou deixamos de fazer, olhamos em volta para entender o que aconteceu ao longo do ano e como isso nos afetou direta ou indiretamente. E olhando no retrovisor começamos a sonhar, preparar, planejar o próximo ano “2019”. E falando algo que todo mundo fala, mas é a mais pura realidade, que é o tempo passa cada ano mais rápido e o tempo ao lado dos que amamos fica menor. Em relação a este ponto peço licença para colocar minha experiência, o que eu vivi em 2018, que de maneira objetiva me fez acordar para alguns aspectos que eu estava deixando de lado com a correria de quem vive na estrada buscando o ganha pão sem dia e
82ª / 83ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

82ª / 83ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
O vai e vem das leis do setor Amigos e amigas da estrada, o fim do ano de se aproxima e desde maio a gente vem debatendo a exaustão os temas que foram suscitados pela greve dos caminhoneiros. Com uma paralisação que durou praticamente dez dias, os companheiros da estrada conseguiram chamar a atenção de boa parte da sociedade para os problemas do setor e também para as dificuldades enfrentadas pela categoria. É verdade que nem tudo foram flores naquele período. Houve muita controvérsia nas demandas dos mais diferentes grupos de caminhoneiros que compuseram o movimento. Teve gente que, mesmo usando o direito constitucional de greve, pediu por intervenção militar que, todos sabemos, é um tipo de governo que retira da população direitos fundamentais. Mas é preciso reconhecer que os caminh
81ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

81ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
Os empasses legais do setor Amigos caminhoneiros, carreteiros e empresários do setor de transportes! Ainda muito se discute sobre a tabela mínima do frete e uma coisa certa: esta discussão está longe de chegar a um consenso! Se é que é possível o consenso. Desde o início das discussões tenho me posicionado de maneira contrária ao assunto, pois não há como criar uma tabela uniforme em um país que tem dimensões continentais como Brasil. Junta-se à isso os inúmeros tipos de carga, rotas das mais variadas possíveis onde há um asfalto perfeito e onde o chão batido predomina em boa parte do Estado. Também o problema da idade média dos caminhões é outro ponto importante e definitivo na estrutura de preços. Um detalhe que salta aos olhos é que na confecção da tabela não houve diferenciação en
80ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

80ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

Jornal
Transformações no TRC O segundo semestre deste ano não tem sido só um período de grandes expectativas para o nosso setor, que busca alavancar suas vendas e voltar a crescer. É também um momento de reflexão sobre as transformações suscitadas pela última greve dos caminhoneiros. Além do piso mínimo do frete, tem-se discutido o marco regulatório e o controle do preço do diesel. O recente reajuste deste combustível em mais de 13% nas refinarias, voltou a impactar os caminhoneiros e empresas de transporte. Na prática, os consumidores têm pagado mais de 20 centavos por litro de diesel nos postos, o que vai contra o compromisso assumido pelo governo federal de não reajustar o preço deste combustível até janeiro de 2019. Todos esses assuntos são tratados nessa edição. Na reportagem principal,