Tabela do Frete Mínimo com valores menores passa a valer nesta segunda

A Agência Nacional dos Transportes Terrestres (ANTT) publicou a resolução n° 5.899, que altera os valores da Tabela do Frete Mínimo, na última quinta-feira, 16 de julho.

O texto modifica para baixo o valor mínimo do frete para o transporte rodoviário de cargas no Brasil. Segundo a ANTT, a alteração se justifica pela redução no preço do litro do óleo diesel em todo território nacional.

A tabela revisada segue as diretrizes da Política Nacional de Pisos Mínimos do Transporte Rodoviário de Cargas (PNPM-TRC) e pode ser modificada sempre que houver alteração de 10% no valor do diesel, para mais ou para menos, em período inferior a 30 dias.

Segundo informações do portal Estradão, os valores foram reajustados para baixos em todas as categorias do transporte que envolvam carga lotação e carga lotação de alto desempenho (menor tempo para carga de descarga). Foram alterados valores também quando se trata de contratação do veículo, incluindo os de transporte de carga de alto desempenho.

Com os valores determinados pela nova tabela, o transportador receberá 6,68% a menos (dois) eixos) e 4,53% a menos (até nove eixos). Isso porque a resolução da ANTT alterou os valores por quilômetro (R$/KM), que antes variavam de R$ 1,8311 em veículos de dois eixos a R$ 4,3090 pra os de até nove eixos, para R$ 1,9622 e R$ 4,5134, respectivamente.

Os novos valores já estão valendo a partir desta segunda-feira, 20 de julho.

Redação Chico da Boleia com informações de Estradão e ANTT

Comentarios