P 250 blindado é resposta da Scania contra fuzil AR-15

scania-txt16_620x467

A Scania entra para um novo nicho de mercado com a venda de caminhões blindados para o Grupo Esquadra, empresa especializada em segurança. A fabricante vendeu 3 unidades do semipesado P 250 8×2, modelo que possui cabine e baú blindados.

O caminhão ganhou cabine dupla, capaz de transportar quatro pessoas, neste caso, seguranças, mas manteve o seu trem de força, motor de 9 litros fabricado pela Scania com potência de 250 cv e transmissão automatizada Opticruise, a mesma que é equipada nos caminhões de linha da gama. A necessidade da operação também exigiu que o caminhão com quatro eixos, tivesse os dois primeiros eixos direcionais, possibilitando uma carroceria de 8,10 m de comprimento, capaz de acomodar 14 paletes em três compartimentos distintos.

Segundo Celso Mendonça, gerente de desenvolvimento de negócios da Scania no Brasil, a configuração de eixo 8×2 teve de ser adotada para dar maior capacidade ao caminhão, que teve a tara comprometida em função da blindagem feita pela MIB. O PBTC do modelo é de 29 t, mas sua carga líquida é de 14 t,com volume de 44 m³. O caminhão, que possui blindagem nível três, é capaz de suportar impactos de armas como fuzil AR-15, por exemplo.

+ Volvo prepara caminhão para passar dos 250 km/h

NICHO PROMISSOR
Esse sistema de transporte de carga com caminhões blindados ainda é pequeno no Brasil, porém tem espaço para crescer. Empresas que não podem ter suas mercadorias roubadas, como eletroeletrônicos e obras de arte, por exemplo, são nichos a se explorar.

O Brasil registrou em 2014 cerca de 17,5 mil roubos de cargas (o que representa um aumento de 42% em relação ao ano de 2013), representando prejuízo da ordem de R$ 1 bilhão. Os dados vão na contramão das operações da Esquadra, que desde quando iniciou suas atividades em 2012 não registrou nenhuma ocorrência de sinistro,o que corresponde ao valor equivalente a R$ 300 milhões em cargas de alto valor transportadas.

Ao embarcador esse sistema traz algumas vantagens em termos de economia, pois o seguro da mercadoria durante o transporte é da Esquadra, o embarcador elimina custos com operação logística porque a Esquadra retira a mercadoria da fábrica até o destino, monitoramento e escolta armada.

Para fazer toda essa operação logística, o Scania P 250 blindado sai de fábrica com suspensão pneumática com quatro ajustes de altura diferentes, para facilitar o embarque e desembarque. Os veículos possuem, ainda, GPS, sistema de videomonitoramento, botão de pânico etc.

Autor das imagens: Divulgação/Scania

fonte: Motorpress

Comentarios