Tag: RENAULT

Mercedes-Benz é a mais premiada com o selo Maior Valor de Revenda

Mercedes-Benz é a mais premiada com o selo Maior Valor de Revenda

Notícias
Veículos comerciais da marca foram os que menos desvalorizaram em cinco categorias de onze em disputa A Mercedes-Benz foi a grande campeã ao faturar cinco certificações do selo Maior Valor de Revenda-Veículos Comerciais 2018. Em sua quarta edição, a premiação é resultado amplo levantamento da Agência Autoinforme em parceira com a revista Frota&Cia, baseado na coleta de dados do mercado de veículos novo e usados feito pela empresa de pesquisa Molicar. O estudo, realizado em todo o território nacional, leva em conta a depreciação do veículo após três anos de uso. Ganha o selo aquele que durante o período apresentou a menor desvalorização, portanto, que oferece o maior valor na hora de revender.   Nas onze categorias analisadas, a Mercedes-Benz conquistou cinco selos. O Spr
Renault revela sua segunda geração de caminhões elétricos

Renault revela sua segunda geração de caminhões elétricos

Notícias
Linha atende segmentos de 3,5 a 26 toneladas e começam a chegar ao mercado europeu ainda este ano Após dez anos de teste em condições reais de transporte junto aos clientes da Renault Trucks, a fabricante revelou uma segunda geração de veículos comerciais totalmente elétricos em fase final de serem lançados para o mercado. O furgão Renault Master Z.E. e os caminhões D Z.E. e D Wide Z.E. compõem a gama para atender operações urbanas com capacidades de 3,5 a 26 toneladas de peso bruto total (PBT). A Renault Trucks, uma das empresas do Grupo Volvo, adianta que o furgão estará disponível ao mercado ainda este ano, enquanto os dois outros modelos começam a chegar aos transportadores europeu no ano que vem. De acordo com a marca, no desenvolvimento dos produtos foi fundamental a parceria co
O Renault T Tattoo ilumina as estradas da Europa

O Renault T Tattoo ilumina as estradas da Europa

Notícias
A Renault Trucks colocou em circulação o Renault T Tattoo que, sem dúvida, irá iluminar as estradas da Europa. Em uma cabine MaxiSpace em um Renault T 520 , Jean-Claude Ivy, artista francês, desenhou com um aerógrafo na cabine do caminhão, dentro e fora, o concurso desenho vencedor lançado no Facebook pelo departamento de Renault Trucks marketing. O vencedor do concurso, o aluno Anouck Méchet, foi imposto, por eleição dos seguidores da página do Facebook da Renault Trucks, em dois outros projetos finalistas, de um total de 23 projetos submetidos ao concurso. As linhas do desenho querem enfatizar, segundo o designer, a potência, velocidade e robustez que transmite o Renault T 520 , carro-chefe do fabricante francês. Para poder movê-lo do papel para o estande, foi necessário o trabalh
Renault desenvolve caminhões blindados para o Banco da França

Renault desenvolve caminhões blindados para o Banco da França

Notícias
A Renault desenvolveu um projeto exclusivo de caminhões blindados para o Banco da França. Recentemente foram entregues os primeiros Renault T 430 6×2 com chassi rígido para o banco, que, de acordo com a montadora, oferecem máxima confiança, segurança e manobrilidade. O banco já utilizava caminhões Renault das gerações passadas para transporte de valores. O desenvolvimento da nova geração de lindados levou vários meses de trabalho da Renault com outras empresas parceiras especializadas em blindagem e na adaptação de cabines de veículos pesados. Para seguir todas as especificações de projeto, as equipes tiveram que fazer um trabalho com parâmetros restritos e delimitados. Além de todo o trabalho de blindagem, o veículo teve outras modificações, como a distância de entre-eixos, que foi en
Super tira-teima elege a melhor cabine do mundo

Super tira-teima elege a melhor cabine do mundo

Notícias
Ao longo da história dos veículos comerciais temos assistido a um formidável e contínuo desenvolvimento e, nos últimos anos, deve-se destacar o que os engenheiros têm realizado em favor do bem-estar a bordo. Desde 1896 quando Gottlieb Daimler desenhou o que seria o primeiro caminhão da história – cujo posto de condução se parecia com o de uma charrete – a indústria percorreu um longo caminho. Caminho esse em que todas as fabricantes, sem exceção, trataram a cabine de um caminhão como algo secundário, pois os esforços por muito tempo estiveram concentrados no desenvolvimento de um trem de força arrojado, levando-se em conta potência, força, longevidade e economia. Conforto e ergonomia No final dos anos 1970 as marcas começaram a prestar mais atenção nas necessidades do motorista e,