Quer ser o melhor motorista de caminhão da América Latina e ainda ganhar um Scania 0km? Saiba como!

scania

Inscrições para o Scania Driver Competitions (SDC) estão abertas e deverão ser realizadas somente pelo site www.scaniasdc.com.br até 31 de agosto.

Em Seminário que discutiu sustentabilidade no transporte, realizado em sua sede em São Paulo, a Scania também lançou o novo formato da já conhecida competição de Melhor Motorista de Caminhão do Brasil. Com o nome de Scania Driver Competitions (SDC), a competição que chega à sua sexta edição no Brasil foi ampliada para a América Latina e terá padronização global do torneio que também acontece na Europa.

As inscrições foram abertas no dia 9 e poderão ser realizadas até o dia 31 de agosto, somente pelo site www.scaniasdc.com.br.

Durante o Seminário estiveram presentes embarcadores, operadores logísticos, motoristas e transportadoras. A ideia foi discutir sustentabilidade no transporte e promover a importância e a valorização do motorista, incluindo e salientando o papel de todos os envolvidos no setor para uma mudança estrutural efetiva. A competição da Scania foi criada em 2003 na Suécia e a iniciativa chegou ao País em 2005 com esses mesmos objetivos.

Este ano, além do novo nome, o SDC também cresceu: terá uma inédita prova com os melhores motoristas de quatro países da América Latina. A premiação na final latino-americana será um caminhão Streamline Highline R 440 6×2.

Estarão credenciados para a final América Latina os três melhores motoristas de caminhão do Brasil, da Argentina, do Chile e do Peru. Esses 12 profissionais estarão no Brasil nos dias 26 e 27 de novembro, quando realizarão provas de habilidade ao volante do caminhão.

Chico da Boleia teve a oportunidade de acompanhar o Seminário e conversou com Rodrigo Machado, coordenador da Scania Drivers Competitions, e quem deu mais informações sobre a competição. “Esse é um ano novo e a competição também é nova. O que queremos é trazer bastante conhecimento e treinamento para os motoristas que participarem”, destacou.

O coordenador ainda frisou que a ideia é celebrar um novo formato inspirado em um novo motorista. “Um motorista mais conectado, mais engajado na profissão, mais engajado no setor. A Scania tem buscado enxergar novas oportunidades para o projeto neste ano de muitos desafios.”, prospectou Machado.

O Scania Driver Competitions (SDC) terá uma nova dinâmica das provas e avaliações, a fim de padronizar a competição brasileira segundo os moldes globais. “No final das contas a gente ainda busca encontrar o melhor motorista do Brasil. Mudamos a nomenclatura, mas não o objetivo de valorizar o motorista, mostrar para a sociedade e para o setor a importância desse profissional e o quanto ele é importante para a redução dos acidentes nas rodovias, para obter o melhor custo operacional do caminhão e para ter um transporte mais sustável, seguro e econômico”, avaliou Rodrigo Machado.

A ampliação da competição a nível regional, incluindo também outros competidores da América Latina, revela a expectativa de fortalecer as relações e oportunidades entre os países. A Scania busca, assim, inserir o motorista brasileiro numa lógica mais ampla do transporte nacional e internacional, apresentando a diversidade e amplitude do setor.

Chico da Boleia ainda perguntou à Machado se existe a ideia de realizar uma competição a nível mundial. No entanto, o Coordenador da SDC afirmou que tal plano não é possível por enquanto, tendo em vista que a competição ainda não amadureceu em outros continentes.

“A nível regional a competição já está bem consolidada, ela já é realizada há alguns anos na Argentina e no Chile, bem como no Brasil. Por isso nós também ampliamos na premiação. Agora o melhor motorista dessa que nós chamamos a “Libertadores dos Motoristas” ganhará um caminhão Scania Streamline Highline R 440 6×2, 0km”, afirmou Rodrigo.

Com a mudança, não é possível afirmar quantas inscrições serão realizadas ou se o crescente no número de inscritos seguirá a tendência das competições anteriores, que chegaram a mais 60 mil caminhoneiros e caminhoneiras competidores.

“Agora a plataforma é 100% digital e a primeira fase também é toda online pelo site ou através de aplicativo. Essa decisão foi tomada porque percebemos que os caminhoneiros estão cada vez mais conectados. Então estamos ansiosos para saber como será a recepção dos caminhoneiros”, avaliou o coordenador.

Ao que tudo indica, milhares de caminhoneiros e caminhoneiras desejarão ser o melhor motorista da América Latina e sair por aí com um Scania novinho em folha!

Dinâmica do SDC 2016

É importante salientar que somente os profissionais com carteira de habilitação categoria E podem participar da competição. Após a inscrição, que só poderá ser realizada online, a primeira fase de testes será em uma simulação de direção em viagem completa, da carga à descarga. A participação pode ser pelo site ou por aplicativo. Pelo programa, o candidato percorrerá uma estrada acompanhado por um motorista virtual chamado Pedro. Durante o trajeto, o concorrente terá de responder a 20 questões de múltipla escolha, que valem 1 ponto cada. Para ser aprovado ele precisará de no mínimo 12 pontos.

Na segunda fase, o profissional será novamente testado em avaliação teórica online pelo site ou por aplicativo. Mais 20 questões de múltipla escolha, que valem 1 ponto cada. Para ser aprovado para a fase 3, o inscrito deverá estar dentro de dois requisitos: primeiro, ficar entre os melhores das fases 1 e 2; segundo, precisa escolher uma Casa Scania, dentro de uma lista já definida, para fazer a prova teórica presencial, e sua nota deverá ser suficiente dentro do ranking dos melhores daquela região da concessionária. Ou seja, quanto maior sua pontuação nas duas primeiras fases, mais chance terá de fazer a prova na Casa Scania que preferir. A fase três compõe as finais regionais com quatro horas de treinamento. Elas terão prova teórica e de checklist (na qual o competidor precisa checar todos os itens do caminhão necessários antes de ser iniciada uma viagem). Nessa etapa, serão selecionados os 60 melhores motoristas.

Haverá dois períodos de provas (16, 17 e 18 de setembro e 7, 8 e 9 de outubro). Em cada divisão, serão dez etapas ocorrendo simultaneamente em dez cidades diferentes. Em setembro, as cidades escolhidas são: São José dos Pinhais (PR), Caxias do Sul (RS), Concórdia (SC), Guarulhos (SP), Jaboatão dos Guararapes (PE), Maringá (PR), Sumaré (SP), Rondonópolis (MT), Eldorado do Sul (RS) e Aparecida de Goiânia (GO).

E em outubro: São Luís (MA), Tubarão (SC), Governador Valadares (MG), Rio de Janeiro, São José do Rio Preto (SP), Contagem (MG), Joinville (SC), Feira de Santana (BA), Ji-Paraná (RO) e Viana (ES). Serão feitas avaliações em três dias de competição (sexta, sábado e domingo). “Na fase 3 serão 20 competidores por dia, e só um vencedor. Ao fim dessas 20 etapas em 20 locais diferentes, com três motoristas vencedores por cidade, chegaremos ao total de 60 campeões”, explica Rodrigo Machado, coordenador do Scania Driver Competitions Brasil.

Os 60 melhores da fase 3 ganharão um curso presencial “Programa Caminhão Escola Avançado” de 40 horas, ministrado pela Fundação Adolpho Bósio de Educação no Transporte (Fabet) ou pelo Centro de Treinamento de Motoristas da Região Nordeste do Rio Grande do Sul (Centronor).

“Os 60 mais bem colocados da terceira fase estarão classificados para a semifinal nacional. Depois de provas teóricas, de checklist, de percurso e de manobras, restarão os 27 melhores, que no dia seguinte fazem a final nacional. As provas eliminatórias serão de manobras e habilidades ao volante numa corrida contra o tempo. Consagraremos o campeão nacional, mas o segundo e o terceiro também disputarão a inédita final latino-americana”, diz Machado. Os 27 melhores da semifinal ganharão um curso presencial “Master Driver Scania” de 40 horas.

O vencedor da final brasileira também receberá um prêmio no valor de R$ 40.000. O segundo colocado ganha R$ 20.000, e o terceiro, R$ 10.000. Os três podem usar o montante para compras em rede conveniada e ainda levam para casa um kit de produtos Ipiranga.

Importância do SDC

A falta de motoristas capacitados hoje no Brasil é um gargalo que prejudica o desenvolvimento da atividade. O SDC é uma iniciativa que pretende alertar para a importância do treinamento como forma de tornar o transporte rodoviário mais seguro e produtivo. “O SDC chama mais uma vez a atenção da sociedade para a importância do motorista de caminhão. Queremos resgatar seu orgulho pela profissão”, ressalta Machado.

“Além disso, segundo a Fabet, um condutor qualificado pode reduzir acidentes em 47%, gerar economia de combustível de até 15%, reduzir o tempo da viagem e o desgaste de pneus em 10% – contribuições valorosas num mercado que trabalha com margens cada vez mais apertadas na busca pela rentabilidade”, salienta Machado.

Como referência mundial em soluções de transporte sustentável, a Scania demonstra seu compromisso e sua responsabilidade na construção de sistemas rentáveis e sustentáveis que beneficiem a todos. Para atingir esse objetivo, as habilidades e a atitude do motorista são fundamentais. “O Scania Driver Competitions também põe em pauta o tema da sustentabilidade. Para produzir um ciclo sustentável no transporte, a Scania acredita numa tríade formada por veículo, motorista e serviços disponibilizados. Um caminhão moderno e com todas as manutenções em dia traz redução dos custos operacionais, da troca de componentes, do consumo de combustível e ainda coopera com o meio ambiente”, conclui Victor Carvalho.

A sexta edição da competição Scania Driver Competitions conta com o patrocínio da Rede Graal, Librelato e Ipiranga. Os parceiros são C&A, Cargill, Danone e Grupo Pão de Açúcar, além do Centronor, Fabet, NTC&Logística, Pamcary, Polícia Rodoviária Federal, Sest-Senat e WCF, como apoiadores.

Sobre a Scania

A Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões pesados, de ônibus e de motores industriais e marítimos. Os serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Em 2016, a Scania completa 125 anos de fundação e tem como objetivo ser líder em soluções de transporte sustentável. Com 44,4 mil colaboradores, a empresa está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa, Ásia e América Latina e com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2015, a receita líquida da Scania alcançou 94,89 bilhões de coroas suecas e o lucro líquido do exercício, após a dedução de impostos, foi de 6,7 bilhões de coroas suecas.

Para mais informações sobre a Scania acesse:

www.scania.com.br/www.newsroom.scania.com.br

Redação Chico da Boleia com informações Scania.

Comentarios