Pesquisa da Repom aponta que caminhoneiros deixam de contratar assistência à saúde por causa de preços

Levantamento ainda aponta que 80% dos caminhoneiros estão cada vez mais preocupados com a própria saúde e a de suas famílias. (Foto: reprodução/IBGE)

Pesquisa da Repom aponta que caminhoneiros deixam de contratar assistência à saúde por causa de preços

Preocupação com valores ganha destaque mesmo em relação a serviços como: abrangência de atendimento, coberturas de doenças e exames

Um levantamento realizado este ano pela Repom, marca da Edenred Brasil especializada em soluções de gestão e pagamento de despesas para o mercado de transporte rodoviário de carga, feito com caminhoneiros que acumulam mais de dez anos de estrada, apontou que grande parte desses profissionais (55%) ainda não contam com assistência à saúde e apenas 37% possuem. Questionados sobre o motivo, 48% alegaram o preço como fator principal, seguidos de 37% que não quiseram responder ou não sabiam. Como aspecto motivador para uma possível contratação de assistência à saúde, o fator “preço” ganhou evidência novamente, mesmo em relação a serviços importantes como abrangência de atendimento, coberturas de doenças e exames.

Outro levantamento da Repom sobre saúde dos caminhoneiros, também realizado em 2021, com mais de 340 usuários do Cartão Repom, revelou que 80% dos caminhoneiros estão cada vez mais preocupados com a própria saúde e a de suas famílias. Porém, 41% ainda não têm o hábito de realizar exames periódicos e nem fazem acompanhamento preventivo com frequência.

– É preciso um olhar atento em relação à saúde e segurança dos caminhoneiros. Esses profissionais acabam lidando diariamente com situações de vulnerabilidade e riscos e precisam contar com soluções e serviços que se adaptem às suas necessidades de trabalho e à sua realidade financeira, diante de tantos impactos nos custos – destaca Vinícios Fernandes, diretor de produtos e desenvolvimento de negócios da Repom.

Saúde na palma da mão e de baixo custo para os caminhoneiros

Por meio da parceria entre a startup de saúde VidaClass e a Repom, três opções são oferecidas aos caminhoneiros – todas com a oportunidade de contratação individual para os dependentes. Elas incluem uma plataforma on-line completa de serviços médicos, odontológicos e de diagnósticos, como consultas e exames com descontos de até 70% no valor.

Outros diferenciais são a inclusão de seguros de vida e assistência funeral nas opções de serviços, além de diárias de internação hospitalar de R$ 250,00, de forma a apoiar o caminhoneiro que, neste período, fica impossibilitado de manter as atividades profissionais. Ainda, são disponibilizadas a entrega de medicamentos para todo o País e os serviços assistenciais de apoio à rotina, como socorro mecânico e reboque, além de serviços de apoio a acidentes com pernoite e transporte.

Comentarios