O caminhão como responsável pelos pagamentos

Projeto piloto da Daimler desenvolve tecnologia que concede identidade digital ao veículo

Pagamentos eletrônicos em pedágios, postos de combustível ou estacionamentos há tempos deixaram de ser novidades. A Daimler, no entanto, promete ampliar as possibilidades que a conveniência do serviço oferece com o desenvolvimento de uma identidade digital própria do caminhão capaz de conceder permissão legal para diversas aplicações no transporte, do simples pagamento à assinatura de documentos.

Os engenheiros da fabricante estão debruçados para fazer com que o caminhão tenha capacidade de se comunicar com outras máquinas. Na base do desenvolvimento do projeto piloto está no sistema de telemetria do veículo, no caso um Mercedes-Benz Actros, dotado de um processador criptográfico.

A tecnologia alia dois recursos que a Daimler chamou de Truck-ID, a identidade digital do caminhão, e Truck Wallet, a carteira dele. Integrados, permitem que o veículo forneça uma assinatura para os processos que envolvem o transporte. A empresa adianta que foi bem-sucedido um teste inicial para um pagamento em uma estação de recarga elétrica.

“Com Truck-ID e Truck Wallet, lançamos as bases para a interação autônoma entre caminhões e outras máquinas”, conta em nota Helge Königs, chefe do projeto. “Nosso objetivo é fazer com que no futuro os caminhões atuem em seu próprio nome, enquanto os motoristas possam dar mais atenção às suas tarefas de direção e as empresas de transporte se beneficiem de redução significativa do trabalho administrativo, além de contar com processos mais seguros, eliminando golpes de cartão, por exemplo.”

A Daimler diz que como uma carteira real, a Truck Wallet pode conter dinheiro para pagamentos, como também carregar cartões, como os de combustível ou de fidelidade, mas em formato digital. As informações eletrônicas são armazenadas e transferidas para outras máquinas por meio de uma conexão wi-fi. O Truck-ID, por sua vez, assina e confirma as transações pelo caminhão correspondente, com vantagem de saber em tempo real a localização do veículo.

Em cooperação no projeto, o banco alemão Commerzbank desenvolveu um sistema de pagamento eletrônico baseado na tecnologia blockchain. No processo, o dinheiro é adicionado à carteira digital do caminhão. Após a transação, o valor segue para o destinatário que, então, pode solicitar ao banco o depósito para sua conta.

Além de simples pagamentos, a Daimler acredita que o caminhão com identidade própria poderá também gerenciar fretes, carregando os papéis de maneira digital e assinando-os na entrega ou até mesmo processar contratos de uso de caminhão por tempo determinado, no qual o cliente paga diretamente no veículo.

Fonte: Estradaõ

Comentarios