Manter um cenário positivo de negócios em meio a crise é o desafio dos segmentos de logística, transporte de cargas e comércio exterior

intermodal_2016-153

Principais players, lideranças governamentais e especialistas estão reunidos na 22ª edição da Intermodal South America, que acontece até quinta (7) no Transamerica Expo Center, em São Paulo

Maior evento das Américas para os segmentos de logística, transporte de cargas e comércio exterior, a 22ª edição da Intermodal South America começou nesta terça (5) no Transamerica Expo Center, em São Paulo, com uma premissa: os setores produtivos não podem ficar reféns da crise econômica. “É preciso seguir em frente. Estamos justamente celebrando nesta edição a capacidade de resiliência do segmento que, mesmo em meio a dificuldades, está conseguindo manter um cenário virtuoso”, afirma Jean-François Quentin, presidente da UBM Brazil, que promove a feira.

Continua Quentin: “Temos aqui mais de 600 marcas de 25 países dispostas a manter ciclo positivo do setor. As dificuldades vão passar e, quando isso ocorrer, as empresas precisam estar preparadas. Esta é a missão da Intermodal, possibilitar que o mercado permaneça aquecido e em constante evolução”.

Publicidade



O ministro-chefe da Secretaria de Portos da Presidência da República, Helder Barbalho, participou da cerimônia de abertura e traça um panorama promissor. “Eu sou otimista. O país não vive a primeira e nem a última de suas crises. Vamos superar os obstáculos o quanto antes para vivermos novamente uma rodada de perspectivas positivas. Só nos últimos cinco meses autorizamos R$ 8 bilhões em investimentos para os portos”, destaca.

O presidente da Frente Parlamentar de Transporte, Logística e Armazenagem, senador Wellington Fagundes (PR-MT), vai pelo mesmo caminho: “Mesmo com um ambiente de crise, vejo na Intermodal South America empresas sempre buscando alternativas para crescer, fazer negócios e investimentos. A feira é o momento ideal para as oportunidades aparecerem. Além disso, precisamos encontrar saídas para superar obstáculos como a burocracia”.

Riquezas: O diretor geral da Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Fernando Fonseca, frisa que a “Intermodal South America é uma oportunidade única onde se iniciam negócios fundamentais para o escoamento das nossas riquezas. Parabenizo a organização da UBM Brazil, por mais esta ediçao”. João Marcio Jordão, presidente em exercício da Infraero, também celebra a participação da empresa na feira. “É uma satisfação para a Infraero participar do maior evento de logística da América Latina. Administramos 60 aeroportos e 25 terminais de logística. Buscamos na feira investidores para participarem de projetos que ampliem a capacidade dos nossos complexos aeroportuários”, disse.

fonte: Intermodal

Comentarios