Freightliner apresenta o novo Cascadia no mercado norte-americano

cascadia

Líder de mercado nas categoria de médios e pesados na América do Norte, novo Freightliner Cascadia traz mudanças aerodinâmicas e no trem-de-força que reduzem consumo

Novos conceitos de conectividade, economia de combustível e segurança. Com foco nestas características, a Daimler Trucks apresentou ao mercado o novo modelo do Freightliner Cascadia. O veículo é carro chefe da marca na Categoria 8 de caminhões pesados (veículos que transportam acima de 14.970 kg de carga) e foi desenvolvido com investimento de U$ 300 milhões, 800 engenheiros envolvidos e cinco anos de pesquisa e desenvolvimento.

940_20160919_92e37a7a99b44035b0d316836c2460b8_new-cascadia-5-300x200
Desde o lançamento de sua primeira versão, em 2007, o Cascadia é líder de vendas entre os caminhões da Categoria 8 na região do NAFTA, com 412.000 unidades vendidas. A Daimler Trucks North America (DTNA) é a maior fabricante de caminhões dos Estados Unidos e Canadá e conta com cerca de 43% de participação no mercado de caminhões da região.

“O novo Freightliner é o caminhão mais conectado que já fabricamos. Ele prova a consistente estratégia de tecnologia da Empresa nos Estados Unidos. Hoje, possuímos mais de 180.000 caminhões conectados na América do Norte. Com o novo Cascadia, este número aumentará de forma significativa”, diz o Dr. Wolfgang Bernhard, membro do Conselho de Administração da Daimler AG e responsável pela Daimler Trucks e Daimler Buses.

Martin Daum, presidente e CEO da Daimler Trucks North America acrescenta: “Este novo caminhão é mais do que uma atualização de um modelo de sucesso. O caminhão eleva o nível de economia de combustível, de tecnologia, de conectividade e de segurança a um novo patamar. Destacamos a nossa liderança na América do Norte e reduzimos, novamente, o custo-benefício para os clientes “

Consumo reduzido

Os engenheiros que desenvolveram o atual caminhão estabeleceram um conceito aerodinâmico novo. Juntamente com avançados componentes do trem de força, isso contribuiu para um significativo aumento da eficiência no consumo de combustível em até 8%, em relação ao modelo Cascadia Evolution 2016.

O trem de força integrado é um componente decisivo do novo Cascadia. Diferentemente do mercado europeu, na América do Norte é comum que o cliente integre ao seu caminhão agregados fabricados por terceiros. Porém, a DTNA oferece a clientes americanos trens de força equipados com motores, transmissões e eixos da própria Daimler.

O sucesso do trem de força da Detroit Diesel para os veículos pesados americanos é um grande e importante destaque. A taxa de aceitação do mercado para os motores Detroit Heavy, para caminhões pesados, está em 95%. Já o motor Detroit DT12 conta com aceitação de 65% quando inserido nos modelos Cascadia.

Conectado

940_20160919_ae53b3679b25458eb2455db0e32c57bd_new-cascadia-4-300x200Quando se fala de conectividade, este atual modelo Cascadia estabelece um novo marco com uma plataforma exclusiva. O novo sistema Detroit Connect Analytics adiciona outros recursos aos já comprovados, como, por exemplo, o serviço de diagnóstico à distância, o “Técnico Virtual”. Esta ferramenta envia uma fotografia do motor para a Central de Serviços ao Cliente tão logo se acendem luzes identificando um problema, auxiliando assim um rápido e eficiente diagnóstico.

O Detroit Connect Analytics aprofunda mais ainda as conexões entre o gerenciamento de frotas, o motorista e o veículo. O sistema proporciona, mediante solicitação, a análise automatizada da eficiência do consumo de combustível e da segurança do veículo. Essa ferramenta é similar, por exemplo, ao FleetBoard, sistema de gestão de frota da Daimler que é oferecido no Brasil como solução para avaliação da performance do caminhão e do motorista, como também para manutenção dos veículos.

Segurança

Este novo caminhão pesado apresenta novas tecnologias de segurança, totalmente em LEDs, que oferecem impressionante visibilidade durante a condução noturna e em condições de mau tempo. Isso permite distinguir melhor os objetos na estrada, diminuindo o esforço dos olhos do motorista. Possui também um conjunto de sistemas de segurança, item opcional, chamado Detroit Assurance 4.0, com Assistente Ativo de Frenagem (Assistance Brake Active, o ABA), que proporciona agora frenagem total ao detectar objetos parados à frente; Piloto Automático Adaptável e Assistente de Faixa de Rolagem, que avisa quando veículo sair da sua faixa na pista.

fonte: Portal das Estradas

Comentarios