Cronotacógrafo e Diagramas

1275068O motorista que está conduzindo o veículo no momento da abordagem deverá ter seu nome listado no diagrama do cronotacógrafo.

 A legislação do cronotacógafo exige que se  comprove o trajeto do veículo nas últimas 24 horas, até o momento da fiscalização. Em caso de troca recente (diagrama novo, antes do fim do primeiro dia de registro), o motoristas deverá portar o conjunto de diagramas anterior, para comprovação.

 No caso de acidente com vítima, de acordo com o artigo 279 do CTB, somente o perito oficial encarregado do levantamento pericial poderá retirar o disco ou unidade armazenadora do registro.

 O artigo 4º da Resolução CONTRAN 92/99 diz expressamente: “Para extração, análise interpretação dos dados registrados, o agente fiscalizador deverá ser submetido a um treinamento prévio, sob a responsabilidade do fabricante, conforme instruções dos fabricantes dos equipamentos ou pelos órgãos incumbidos da fiscalização.”

 O parágrafo 2º do artigo 3º da mesma Resolução diz: “Nas operações de fiscalização do registrador instantâneo e inalterável de velocidade e tempo, o agente fiscalizador deverá identificar-se e assinar o verso do disco ou fita diagrama, bem como mencionar o local, a data e o horário em que ocorreu a fiscalização.

 Nos veículos em que se revezam dois ou mais condutores, nos termos do Anexo I da Resolução CONTRAN 92/99,  as informações poderão ser registradas:

·         De forma diferenciada, em um único disco diagrama, quando o registrador de velocidade for dotado de dispositivo de comutação de condutor; ou

·         Separadamente em dois discos diagramas, sendo um disco para cada condutor.

São dados obrigatórios a serem anotados no disco diagrama do cronotacógrafo: nome (s) do(s) condutor(es), placa do veículo e data de colocação do disco.

 São dados não obrigatórios para o diagrama do cronotacógrafo: local do destino, km final (chegada), km inicial (saída), km total (registro de quilometragem rodada).

 Não pode ser exigido pela fiscalização o porte do Certificado do Cronotacógrafo emitido pelo INMETRO, e nem mesmo pode existir a autuação respectiva, pois é de responsabilidade dos órgãos fiscalizadores buscar a referida informação.

Fonte: Orientação Técnica Federal Safety 0815-01

Neuto Gonçalves dos Reis | Via: Ntc&Logistica

Comentarios