Acordo de cooperação técnica vai aprimorar atividade do transportador autônomo de cargas

o ACT prevê o desenvolvimento de ações visando o estreitamento da relação com a categoria dos caminhoneiros. (Foto: reprodução)

Acordo de cooperação técnica vai aprimorar atividade do transportador autônomo de cargas

Colaboração com a CNTA vai ajudar na modernização da infraestrutura brasileira de transportes

A Secretaria Nacional de Transportes Terrestres (SNTT) do Ministério da Infraestrutura assinou um acordo de cooperação técnica (ACT) nesta quarta-feira (19) com a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA) para garantir benefícios e o aperfeiçoamento de serviços públicos relacionados ao transportador autônomo de cargas (TAC).

Além disso, o ACT prevê o desenvolvimento de ações visando o estreitamento da relação com a categoria dos caminhoneiros, pensando na implantação do Documento de Transporte Eletrônico (DT-e), no desenvolvimento de ferramentas para o TAC no aplicativo infraBR e na rediscussão do Marco Regulatório do Transporte Rodoviário de Cargas para a categoria.

Qualidade 

A assinatura ocorreu no dia de publicação das medidas provisórias 1.050/2021 e 1.051/2021, que fazem parte do Gigantes do Asfalto. O programa tem como objetivo aumentar segurança e melhorar saúde de caminhoneiros.

Segundo o secretário nacional de Transportes Terrrestres do MInfra, Marcello Costa, a assinatura mostra o empenho do Governo Federal em trabalhar para a categoria e garantir a qualidade de trabalho para todos.

– Vamos modernizar, expandir e melhorar a infraestrutura brasileira de transportes. A missão do MInfra é fazer com quem promove um dos mais importantes trabalhos para os brasileiros, tenham o maior número de benefícios possíveis – afirmou.

Fonte: Assessoria Especial de Comunicação/Ministério da Infraestrutura

Comentarios