43ª Edição Nacional – Jornal Chico da Boleia

ENFIM TEM INÍCIO O SEGUNDO SEMESTRE

Companheiros do trecho! Esperamos que daqui para frente as coisas melhorem, pois pelo menos essa é a opinião de muitos economistas. Caso contrário, já teríamos chegado ao fundo do poço. Mas por incrível que pareça tem gente ainda tumultuando o ambiente e peço licença ao amigo Geraldo Viana para usar um termo que ele usou em um dos seus artigos. (Vale lembrar que se tem alguém com muita experiência na área de transporte é o Geraldo Viana).

O artigo tem a seguinte abertura: “A quem interessa ampliar a crise?”. Ele é muito assertivo para o momento pelo qual passamos. e o texto é bem parecido com que venho falando nos meses passados. O fato é que não importa o setor ou a função a tal crise já começa a mostrar que é gerada pela insegurança política que vivemos.
É um verdadeiro absurdo o que vem acontecendo com a classe política do nosso país, simplesmente querem porque querem acabar com um governo legitimamente eleito mesmo antes de terminar o primeiro ano do segundo mandato.

Vale lembrar que a reeleição só existe porque um certo Presidente vendeu as Empresas de Telecomunicações a preço de banana para que o grande congresso nacional votasse a favor da emenda constitucional que permitiria a reeleição. Isso aconteceu durante o primeiro mandato de Fernando Henrique Cardo. E eu já mencionei aqui que na ocasião teve deputado que vendeu seu voto por R$ 200.000,00 declaradamente e nada aconteceu como punição.

Hoje temos um juíz de primeira instância mandando prender um monte de gente só para gerar noticia, pois na prática tudo isso pode cair quando chegar no Supremo, tamanhas são as arbitrariedades que este senhor vem cometendo.

Para nós o que realmente for real deve ser punido, mas vamos deixar a pirotecnia de lado, os holofotes da grande imprensa de lado e vamos lembrar do símbolo da Justiça. Aquela senhora de olhos vendados e segurando uma balança em uma das mãos sem pender para o lado a ou b.

Nos eventos, nas inúmeras feiras que aconteceram no mês de julho, o que mais se ouvia era “XÔ CRISE”. E se deixar o mercado anda, basta não atrapalhar! Muita gente que não tem nada a ver com nosso setor quer dar palpite e só atrapalha.

Temos neste mês a comemoração do Padroeiro dos Motoristas, São Cristóvão, e conseqüentemente dos Caminhoneiros e Carreteiros. Por isso, inúmeras festas aconteceram. Porém, o mais importante é a real valorização do Profissional da Estrada. Infelizmente não são todos que valorizam essa profissão.

É muita política e política do lado ruim da palavra que vem contaminando o dia a dia. É aquilo que venho escrevendo e falando: vamos deixar o Governo trabalhar, pois se observarmos outros países nossos indicadores econômicos não estão tão desesperadores. Temos problemas sim, mas passiveis de solução. O real problema é a turma do tumulto que fica criando factóides.

Companheiros e Companheiras do trecho! É importante ficarmos de olhos bem abertos para não cairmos em conversas atravessadas e de quem não é do setor.

Para encerrar vamos iniciar uma reportagem sobre a balança que fica na região de Extrema, divisa de Minas e São Paulo. Já recebemos muitas queixas de que ali tem ocorrido um número muito grande de multas por evasão de balança e estas multas são bem salgadas (na ordem de R$ 5.000,00). Alguma coisa está acontecendo e vamos verificar para ver o que é! Na próxima edição contamos para os amigos.

Não deixem de acompanhar nosso site www.chicodaboleia.com.br

Um abraço e até a próxima edição.
Chico da Boleia
Orgulho de ser caminhoneiro

Comentarios