Transposul promove feira e congresso e recebe mais de 14 mil pessoas

transposul2016

Evento contou com a presença de expositores e especialistas que debateram segurança, ética e negócios no congresso. Chico da Boleia esteve presente e acompanhou as novidades.

A 18ª Feira e Congresso Transposul foi realizada entre os dias 12 e 14 no Centro de Eventos da Fiergs, em Porto Alegre. Promovido pelo Setcergs, Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística no Estado do Rio Grande do Sul, o evento reuniu expositores e especialistas para apresentar soluções, novidades e serviços, bem como discutir os assuntos mais relevantes do transporte rodoviário de cargas brasileiro e internacional.

Durante os três dias de evento, mais de 14 mil pessoas passaram pelo Centro de Eventos da Fiergs. O congresso realizado paralelamente à feira reuniu um grande público e suscitou a discussão de diversos temas como a economia do Brasil, soluções de transporte, segurança e prevenção de acidentes.

A solenidade de abertura do evento foi feita pelo presidente do SETCERGS, Afrânio Kieling, e pelo coordenador da Transposul, Marcus Vinicius Couto da Silva, junto com os demais integrantes do SETCERGS e representantes de patrocinadores e expositores.

Em entrevista exclusiva para Chico da Boleia, Afrânio Kieling destacou que a realização da 18a edição da Transposul é o retrato do transportador brasileiro, que “não esmorece diante das dificuldades do dia a dia”.

“Para nossa surpresa, realizamos uma Feira de muito sucesso. Conversando com os representantes das montadoras e outros expositores pudemos ver um ambiente de otimismo, no qual as vendas estão acontecendo.”, afirmou Kieling.

Chico da Boleia conversou com Afrânio sobre as tendências do setor. Para Kieling, a volta do desenvolvimento do TRC depende de novas iniciativas e do trabalho de pessoas capacitadas e jovens.

“Esse é o grande segredo para que a gente possa dar continuidade, por exemplo, ao trabalho do Setcergs, uma entidade de mais de 50 anos. Desde que a nossa gestão assumiu, tínhamos a preocupação de trazer os jovens para trabalhar conosco, unindo a experiência do mais velho e a sabedoria dos mais jovens sobre as novas tecnologias para agir de forma mais eficiente e prática”, afirmou Afrânio.

É o caso da escolha de Marcus Vinicius para a coordenação da feira. O jovem destacou, também em entrevista para Chico da Boleia, que a edição 2016 do evento buscou apresentar novas tecnologias e soluções para um setor que vive momentos de dificuldade. O coordenador afirmou que houve um forte investimento no Congresso da Transposul, o que representa um marco na história do evento.

+ Confira a entrevista em vídeo com Marcus Vinicius

“Para a edição deste ano conseguimos diversificar ainda mais as opções, atrativos e oportunidades. Mantivemos o foco de apresentar soluções em praticidade nos serviços para as nossas operações logísticas. Neste ano também tivemos o Pit Stop, que é um espaço voltado tanto para empresas de transporte como de logística, para visualizarem como funciona, no dia a dia, uma operação dentro da sua empresa e como se pode agregar eficiência e praticidade com demonstração de produtos, novos veículos e serviços.”, frisou.

O coordenador ainda falou sobre as dificuldades enfrentadas num momento como o atual para promover a Feira. Felizmente, contou Marcus Vinicius, toda a equipe do Setcergs juntamente com antigos e novos parceiros, trabalharam e desempenharam um importante papel para a realização e para o êxito da 18ª edição da Transposul.

“Nós trabalhamos muito para que todos os expositores de 2015 se mantivessem com mais ou menos o mesmo espaço. Foi uma negociação promissora para ambos os lados e permitiu que a Feira continuasse com a fidelidade desses antigos expositores e com a chegada de novos.”, destacou.

Palestras debatem segurança, mercado e ética no Brasil

A Transposul deste ano buscou dar mais foco à realização do Congresso. Durante os três dias de evento, a Programação ofereceu palestras com especialistas em economia, segurança e negócios no setor.

Logo no primeiro dia, a palestra mais esperada foi a do jurista brasileiro, Joaquim Barbosa, quem falou sobre o cenário político e econômico do país. Barbosa foi procurador da República e Ministro do Supremo Tribunal Federal, corte da qual foi presidente de 2012 até 2014. Foi professor da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e, atualmente, é advogado.

Ainda no primeiro dia de congressos da Transposul, foram realizadas palestras sobre segurança no trânsito, apresentando dados da Década Mundial sobre Segurança Viária e informações sobre o exame toxicológico, agora obrigatório para os motoristas profissionais.
Dentre as palestras, recebeu destaque a que foi promovida por Leandro Karnal, historiador e professor da Universidade Estadual de Campinas, quem falou de maneira divertida e objetiva sobre ética no Brasil, criticando o famoso “jeitinho brasileiro”.

Em conversa com Chico da Boleia, Karnal destacou que atualmente vivemos um momento no qual é preciso refletir sobre a “grande ética”, aquela que engloba a grande política, mas também sobre a pequena ética, aquela que corresponde à nossas ações do dia a dia, da cidadania, e que atinge, inclusive, a ética do trânsito que afeta a todos.

“Essa pequena ética tem a ver com respeito à vida e vale para todos, tanto os motoristas profissionais, os não profissionais, os pedestres. Vale para todas as pessoas porque tem a ver com a preservação da vida”, afirmou o historiador.

Durante a conversa, Chico da Boleia perguntou sobre como o Brasil conseguiu atingir a situação atual, tanto política como economicamente. Leandro Karnal respondeu que no Brasil existe uma “tradição de infração da ética”.

“Esta tradição é antiga, ela vem da colônia, continua na República e existe até hoje. Tudo isso faz parte da nossa tradição. Mas hoje nós estamos, mais do que nunca querendo superar essa tradição. Eu acredito, Chico, que seja, talvez, o primeiro momento da história do Brasil que a nação inteira esteja querendo discutir o conceito de éticas práticas e de violações da ética.”, afirmou o historiador.

+ Entrevista com  Gustavo Paulo Duarte – Presidente ANTRAM

Redação Chico da Boleia

Confira a galeria de fotos:

Transposul 2016

Comentarios