Scania desenvolve caminhão a célula de combustível

SCANIA PREPARA MODELO A CÉLULA DE COMBUSTÍVEL PARA COLETA DE LIXO
Foto: Dan Boman/Scania

Projeto com empresa sueca de coleta de resíduos estima início da operação no fim 2019

A Scania, em parceria com a Renova, empresa sueca de coleta de lixo, está debruçada no desenvolvimento de um caminhão tracionado a partir da tecnologia de células de combustível. O projeto prevê um modelo totalmente eletrificado, o que inclui o acionamento do compactador.

Caminhões de lixo geralmente operam em áreas residenciais fora de horários convencionais, nas primeiras horas da manhã ou ainda tarde da noite. Com emissões de poluentes e ruídos reduzidos, as tecnologias da eletromobilidade são especialmente atraentes para operar nesses locais.

Publicidade:

anuncio

A Scania lembra que tanto a Renova quanto outras empresas de coleta já realizaram testes com caminhões de lixo elétrico, mas que com células de combustível as avaliações serão inéditas.

“Estamos muito interessados ​​em adquirir mais experiência em células de combustível nas operações reais dos clientes”, conta a gerente de projetos da montadora Marita Nilsson. “As células de combustível constituem uma tecnologia promissora na necessária descarbonização do transporte.”

De acordo com Hans Zackrisson, da Renova, a eletrificação a partir do uso de células de combustível alimentadas por hidrogênio é uma alternativa que promete solução de sucesso para o segmento. “Os caminhões se beneficiam de todas as vantagens da eletrificação, enquanto preservam alguns dos melhores aspectos das operações com combustíveis fósseis, como autonomia, horas de serviço e capacidade de carga útil.”

O projeto da Scania com a Renova também tem cooperação da Agência Sueca de Energia e da Instituto Real de Tecnologia de Estocolmo. A estimativa da empresa é de que o caminhão de lixo de célula de combustível seja entregue no fim de 2019 ou início de 2020.

Comentarios