Para comemorar o Dia do Caminheiro, em 30/6, Buonny dá dicas para saúde e segurança

Os caminhoneiros movimentam mais de 60% de toda a carga transportada pelo Brasil. Segundo dados recentes do Denatran, são mais de 2 milhões de profissionais, que percorrem, diariamente, mais de 1,7 milhões de estradas de norte a sul do país.

Porém, os caminhoneiros estão expostos ao roubo de cargas, que totaliza prejuízo de R$ 1,570 bilhão, em 2017. Além desse perigo, eles também estão expostos a outro sério problema: o aumento do uso de drogas nas estradas, muito usadas pela necessidade de se manter acordado por muito tempo, visando trabalhar de uma maneira mais rápida. Este pensamento é crucial para a saúde dos motoristas, colocando em risco a própria vida e a de outras pessoas.

Diante disso, a Buonny, gerenciadora de riscos que atua no mercado de transportes e logística, destaca pontos importantes para aumentar a segurança dos caminhoneiros, além de ajudar na saúde e bem estar. Confira:

Segurança

  • Ao sair da transportadora ou da empresa, escolha o melhor itinerário e já planeje todo o trajeto: onde parar, abastecer, almoçar e qual é o caminho mais rápido e seguro;
  • Não dê carona para pessoas estranhas;
  • Nas paradas para refeição, abastecimento ou manutenção, não comente com ninguém sobre a sua carga, nem para onde você está indo;
  • Se acontecer algum problema com o seu caminhão, faça o possível para chegar até um posto de Policiamento Rodoviário. Evite ficar parado em lugar deserto;
  • Dormir num lugar que você não conhece é sempre um perigo. Procure o estacionamento de um posto de gasolina ou pare perto de um posto de Policiamento Rodoviário;
  • Evite deixar o veículo aberto ou a chave no contato e não deixe documentos ou objetos de valor expostos;
  • Publicidade:

    Consorcio DAF
  • Instale sistema de alarme e segurança. Faça seguro total (roubo, incêndio);
  • Antes de voltar, faça uma revisão, verificando novamente os pneus, a parte mecânica e elétrica.

Saúde

  • Faça exames preventivos;
  • Faça pautas para descansos e tenha uma alimentação saudável;
  • Alongue-se sempre que possível e mantenha a postura correta dentro da boleia;
  • Cuidado com medicamentos que podem causar efeitos colaterais perigosos, como vertigem, euforia, sono etc.;
  • Fique longe de drogas (álcool, maconha, cocaína etc.); elas podem causar acidentes graves. Sua vida e a de outras pessoas valem muito mais.

Informações para a imprensa: Agência Om

Comentarios