MAN comemora 600 mil caminhões e ônibus produzidos no Brasil

Um modelo VW Constellation completa o volume de 600 mil caminhões e ônibus produzidos na fábrica da MAN em Resende (RJ)
MAN Latin America atingiu na última terça-feira, 26, a marca de 600 mil veículos produzidos em sua fábrica de Resende (RJ) desde a inauguração de suas atividades, em 1996. O modelo que completou o volume é um caminhãoVW Constellation 24.280, o mais vendido de sua gama, informa a montadora, que foi a primeira empresa do setor automobilístico a se instalar na região sul fluminense.
Em 17 anos de operações, o maior volume produzido na unidade foi a de caminhões do modelo Worker, com 275 mil unidades, seguido pela linha Constellation, lançada em 2005, com quase 150 mil unidades produzidas. A linha Volksbus figura com o terceiro maior volume de produção da história da fábrica de Resende, com 110 mil chassis de ônibus. Os modelos da linha Delivery aparecem na quarta posição, com 65 mil veículos. Em quase um ano de mercado, a unidade produziu mil unidades do caminhão extrapesado MAN TGX. Do total de veículos fabricados até hoje pela planta da MAN em Resende, 90 mil unidades foram destinadas aos trinta mercados que a empresa atende em todo o mundo.

Desde que foi inaugurada, a fábrica da MAN passou por diversas etapas de expansão. Entre 1995 e 2011, a fábrica recebeu três ciclos de investimentos que totalizaram R$ 2,5 bilhões, elevando a capacidade de produção para 100 mil veículos por ano. No ciclo 2012-2016, parte do investimento de R$ 1 bilhão anunciado pela MAN Latin America em outubro de 2011 será dedicada a aumentar o potencial produtivo da unidade.

“Hoje, a cada três minutos sai um novo caminhão ou ônibus de nossa linha de produção. No início, montávamos apenas um veículo por dia. Essa evolução beneficiou não só nosso negócio, mas, sobretudo o desenvolvimento econômico da região com a geração de empregos, além da arrecadação de impostos”, afirma Roberto Cortes, presidente da MAN Latin America.

Em 1996, a operação começou com pouco mais de 300 colaboradores em um turno de produção. Hoje são mais de 6 mil colaboradores e há atividades na fábrica que garantem seu funcionamento 24 horas por dia. Nos últimos cinco anos, foram abertas mais de 1,5 mil novas vagas.

A implantação do consórcio modular, modelo de produção no qual os fornecedores dividem com a MAN a responsabilidade pela montagem dos veículos, transformou o ritmo de produção da unidade. Criada em 1981 ainda como uma divisão da Volkswagen do Brasil, a operação de caminhões e ônibus acumulava menos de 150 mil veículos produzidos e respondia por uma fatia de 17% do mercado até a inauguração da unidade de Resende, em 1996.

Com o consórcio modular, a MAN Latin America aumentou gradativamente a eficiência em sua produção e consequentemente, de suas vendas. Comemorou em 2012 a liderança do mercado de caminhões pelo décimo ano consecutivo, com 30,3% de participação.

Fonte: automotivebusiness

Comentarios