Maio Amarelo 2017 alerta para as escolhas dos motoristas no trânsito

O tema do Maio Amarelo deste ano é “Minha Escolha Faz a Diferença”

Responder a uma mensagem no celular enquanto dirige, conduzir sem colocar o cinto de segurança ou ingerir bebida alcoólica e depois pegar o volante. Todas estas ações são de risco, mas, ao mesmo tempo, escolhas do motorista. É exatamente para isto que o Maio Amarelo 2017 chama atenção. Com o tema #MinhaEscolhaFazADiferença, a campanha mundial alerta sobre os números de mortos e feridos em acidentes de trânsito, na tentativa de reduzi-los, e aborda a segurança viária. Não é muito difícil identificar que os motoristas, muitas vezes, assumem comportamentos de risco, colocando em perigo não apenas a sua vida, mas a de outros condutores, de pedestres, ciclistas e motociclistas. No ano passado, o Departamento Estadual de Trânsito de Pernambuco (Detran-PE) emitiu mais de 1,5 milhão de multas e, neste ano, o número já é de 380 mil. Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES), em 2016, a Operação Lei Seca obteve 1.333 constatações do uso de álcool ao volante e 194 crimes. Em 2017, 373 condutores já foram flagrados dirigindo depois de ingerir bebida alcoólica.
 
Além desta infração, a campanha do Maio Amarelo chama atenção para outras, bastante cometidas pelos pernambucanos. Um exemplo é a falta do uso do cinto de segurança, motivo pelo qual 31.443 motoristas foram multados no ano passado. 11.024 passageiros foram flagrados sem utilizar o item de segurança. Em março de 2010, a Organização das Nações Unidas (ONU) editou uma resolução definindo o período de 2011 a 2020 como a “Década de Ações para a Segurança no Trânsito”. Em 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS) contabilizou cerca de 1,3 milhão de mortes por acidentes de trânsito em 178 países. Aproximadamente 50 milhões de pessoas sobreviveram com sequelas. Em Pernambuco, em 2014, foram gastos R$ 1,19 bilhão com acidentados, envolvendo a rede de saúde, a previdência e outras áreas.
Ações
Em 2015, o valor reduziu 23%, chegando a R$ 917 milhões, o suficiente para cuidar dos pacientes com câncer em Pernambuco durante seis anos e manter o Hospital da Restauração funcionando durante quatro anos. Os dados são da Secretaria Estadual de Saúde (SES). Ações No Estado, órgãos como o Detran-PE montaram uma programação especial durante o mês de maio. A abertura oficial do movimento Maio Amarelo acontece nesta terça-feira (2), com palestra do jornalista Caco Barcellos com tema “Trânsito Urbano”.

Acompanhe e participe do movimento por meio do site www.maioamarelo.com.br.

Fonte: JC Online

Comentarios