Elvis Presley, conheça a história do rei que foi caminhoneiro

940x529_elvis4

Que Elvis Presley é um dos nomes mais famosos da história do rock n’ roll é o mesmo que falar que o Sérgio Reis é um dos maiores nomes da música sertaneja, todo mundo já está careca de saber. Mas o que poucos sabem, é que antes do sucesso como “Rei do Rock”, Elvis foi caminhoneiro.

Apaixonado por veículos, Elvis tirou sua carteira de motorista em 1951, com 16 anos, utilizando um Buick 1940 de seu tio Travis Smith.

400x_Caminhao-do-Elvis
Caminhão da Crown Electric Company, similar ao que Elvis dirigia em seus tempos de caminhoneiro.

Em 1954, quando já fazia algumas tentativas no mundo musical, Elvis conseguiu o segundo emprego de sua vida, como motorista de caminhão na Crown Electric Company, companhia elétrica que atua na região do Tennessee (estado norte americano onde Elvis nasceu, cresceu e morreu).

Na Crown Electric Company, ele recebia US$1,00 por hora de serviço e a agência que o recomendou para a companhia o descreveu como “um bom garoto, apesar da maneira como se veste e usa o cabelo”.

Nessa época, Elvis Presley fez seus primeiros testes para cantar em algumas bandas de Memphis e lá ouviu de um músico local que era melhor ele continuar dirigindo caminhões, “porque isso você sabe fazer bem. Já cantar é outra história”.

De fato Elvis era um bom motorista e gostava muito da vida de caminhoneiro e ficou no emprego por 14

300x400_Elvis-Caminhao
Elvis almoça na porta de um caminhão, em 1954. (Foto: Arquivo Pessoal)

meses, largando apenas quando recebeu uma ligação de Sam Phillips, que o convidou para ir ao Sun Studios para gravar algumas músicas.

A partir desse momento todos conhecemos a história. Elvis Presley se tornou um ícone mundial, lançando dezenas de discos, gravando vários hits que até hoje são lembrados e cantados no mundo inteiro, além de participar de cerca de 20 filmes hollywoodianos.

Elvis Presley morreu em 16 de agosto de 1977, aos 42 anos, em sua casa, em Memphis, vítima de um ataque cardíaco. O local, conhecido como Graceland, é, até hoje, visitado anualmente por milhares de fãs do Rei do Rock n’ Roll.

Fonte: Portal das Estradas – Fernando Rosa

Comentarios