Shadow

Caminhões Mercedes-Benz eActros e GenH2 conquistam o Truck Innovation Award 2021

A Daimler Trucks foi a primeira fabricante do mundo a apresentar um caminhão pesado elétrico em 2016 com conceito voltado à distribuição urbana. (Foto: divulgação)

Caminhões Mercedes-Benz eActros e GenH2 conquistam o Truck Innovation Award 2021

O júri do IToY destacou especialmente a ampla abordagem conferida à mobilidade elétrica, com base em uma estratégia de longo prazo bem definida.

Os caminhões mais inovadores para o futuro elétrico levam a estrela de três pontas – esse é o veredito do renomado júri do International Truck of the Year (IToY), que concedeu seu prestigioso Truck Innovation Award 2021 a dois caminhões da Mercedes-Benz: o eActros movido a bateria e o Mercedes-Benz GenH2, caminhão-conceito movido a célula de combustível. O júri do IToY, composto por 25 editores especializados em veículos comerciais e jornalistas, representando as principais revistas sobre caminhões internacionais, destacou especialmente a ampla abordagem conferida à mobilidade elétrica, com base em uma estratégia de longo prazo bem definida.

O prêmio foi entregue digitalmente a Martin Daum, CEO da Daimler Truck AG e membro do Conselho de Administração da Daimler AG, e Sven Ennerst, membro do Conselho de Administração da Daimler Truck AG para o Desenvolvimento, Aquisições e Região China, nessa segunda-feira, 30 de novembro.

A Daimler Trucks foi a primeira fabricante do mundo a apresentar um caminhão pesado elétrico em 2016 com conceito voltado à distribuição urbana. Em 2018, o protótipo do eActros foi lançado e os testes práticos intensivos com clientes tiveram início nesse mesmo ano. O eActros de produção em série, previsto para 2021, terá uma autonomia de bem mais de 200 quilômetros. Em setembro de 2020, a Daimler Trucks apresentou o Mercedes-Benz GenH2 Truck, um caminhão-conceito movido a célula de combustível com autonomia de até 1.000 quilômetros ou mais com sua versão de série para o exigente transporte rodoviário de longa distância. Os testes com clientes estão planejados para começar em 2023 e o início da produção em série está previsto para a segunda metade desta década.

Martin Daum: “Estamos honrados e orgulhosos pelo fato de que o renomado júri da premiação Truck of the Year tenha reconhecido o nosso eActros e o nosso GenH2 Truck com o renomado Truck Innovation Award 2021. Esta é uma forte reconfirmação de que estamos no caminho certo com nossa estratégia claramente focada em tecnologias realmente livres de CO2: com energia proveniente de baterias e células de combustível baseadas em hidrogênio. Essa combinação nos permite oferecer aos nossos clientes as melhores opções de veículos para todas as aplicações. Com o eActros, demonstramos nos últimos anos que a distribuição urbana livre de emissões locais de CO2 já é possível hoje. E com o nosso GenH2 Truck, apresentamos também o nosso conceito específico para caminhões pesados com célula de combustível para os transportes exigentes e flexíveis de longa distância.”

Também em setembro deste ano, a Daimler Trucks apresentou sua estratégia tecnológica para a eletrificação de seus veículos, desde aqueles voltados para serviços de distribuição urbana até o transporte internacional de longo percurso, reafirmando assim seu compromisso com os objetivos do Acordo de Paris. Como parte dessa abordagem abrangente, a Daimler Trucks também apresentou pela primeira vez sua nova arquitetura de plataforma modular mundial, o trem de força ePowertrain, que também foi particularmente reconhecida pelo júri.

Mercedes-Benz eActros: alternativa livre de emissões locais de CO2 para serviços de transporte em distribuição urbana

As conclusões dos testes junto a clientes do Mercedes-Benz eActros fluem diretamente para o aperfeiçoamento do protótipo visando alcançar em seguida o modelo de produção em série. Até aqui, os testes demonstraram que o eActros movido a bateria é extremamente apropriado para o transporte pesado sustentável em serviços de distribuição. Ele não é de maneira alguma inferior ao caminhão diesel convencional em termos de disponibilidade e desempenho.

Entretanto, o eActros de produção em série será significativamente superior ao protótipo atual em alguns aspectos, tais como autonomia, potência e segurança. O eActros de produção em série se igualará assim ao Actros convencional também em termos de carga útil. O eActros será lançado como caminhão de dois eixos e de três eixos. A Daimler Trucks embarcará no veículo um ecossistema que inclui serviços de consultoria para mobilidade elétrica, como análise de rotas, verificação de possíveis subsídios, apoio para a integração operacional de frota e desenvolvimento de soluções apropriadas de infraestrutura de carga.

Em 2020, a Daimler Trucks também apresentou uma prévia do caminhão para longas distâncias movido exclusivamente por bateria, o Mercedes-Benz eActros LongHaul, projetado para cobrir rotas regulares planejáveis de maneira eficiente quanto ao consumo de energia. A Daimler Trucks planeja disponibilizar o eActros LongHaul para produção em série em 2024. Sua autonomia com a carga de uma bateria será de aproximadamente 500 quilômetros.

Mercedes-Benz GenH2 Truck: caminhão-conceito movido a célula de combustível para transporte flexível e exigente de longo distância

Na concepção do GenH2 Truck, os engenheiros de Desenvolvimento da Daimler Trucks utilizaram como base os caminhões pesados Actros para longas distâncias no que se refere à força de tração, autonomia e desempenho. A versão para produção em série do GenH2, por exemplo, deverá ter um PBT de 40 toneladas e carga útil de 25 toneladas. Dois tanques de hidrogênio líquido e um sistema especialmente poderoso de célula de combustível possibilitarão esta alta carga útil e grande autonomia, formando assim o núcleo do conceito do GenH2 Truck. A Daimler Trucks prefere utilizar o hidrogênio líquido (LH2) porque nesse estado químico a transmissão da energia tem uma densidade muito mais alta em relação ao volume do que o hidrogênio gasoso.

Como resultado, os tanques do caminhão movido a célula de combustível usando hidrogênio líquido são muito menores. Além disso, devido à menor pressão, são também significativamente mais leves, proporcionando ao veículo maior capacidade de carga útil. Ao mesmo tempo, pode-se transportar mais hidrogênio, o que aumenta substancialmente a autonomia dos caminhões. Isso torna o GenH2 de série comparável aos caminhões movidos a diesel para transporte em longas distâncias, em que a demanda diária de energia é alta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva o problema * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.