A Triel-HT utiliza transmissões Allison nos seus veículos especiais para aeroportos.

Entregas de modelos Scania com modelos da Série 4000 ultrapassaram as 120 unidades.

Aceleração mais rápida, melhor controle do veículo e facilidade de integração estão entre as razões pelas quais a Triel-HT – fabricante de veículos especiais – escolheu as transmissões totalmente automáticas Allison para equipar veículos de combate a incêndios que constrói para aeroportos e corpo de bombeiros.

Mais de 120 caminhões Scania equipados com uma Allison receberam equipamentos fabricados ou adaptados pela empresa. De acordo com Claudio Vicentini, executivo da Triel-HT, nove chassis diferentes da marca já foram adaptados para combate a incêndios em aeroportos, combate a incêndios industriais, defesa civil e transporte de explosivos especiais.

Publicidade:

anuncio

“As transmissões automáticas são preferidas devido à conveniência de uso, desempenho, agilidade na manobra e também a facilidade de integração da caixa de câmbio com os implementos e controladores eletrônicos necessários para o caminhão de bombeiro”, disse Vincentini.

Os veículos equipados com as automáticas Allison atendem aos padrões internacionais de desempenho extremo e trabalham em harmonia com os implementos, disse Vincentini. As transmissões automáticas aceleram até 35% mais rápido do que os modelos manuais ou manuais automatizadas (TMAs).

Entre os chassis Scania transformados pela Triel-HT estão os modelos P250, P310, P360 FF, P440 FF e G580. Esses caminhões já estão presentes em mais de 70 aeroportos e bases aéreas em todo o Brasil, incluindo unidades remotas em Manicore e Fonte Boa, no Amazonas, a Base Aérea de Alcântara, no Maranhão, e o recém-renovado aeroporto de Viracopos, em Campinas, estado de São Paulo.

Além dos 120 caminhões já entregues, outras 12 unidades Scania com as automáticas Allison estão agora em fase final de preparação — parte de um programa de investimento significativo para veículos de aeroportos. Cinco deles são para a Infraero. Outras quatro unidades foram encomendadas pelo Departamento de Aviação Civil e serão enviadas para os aeroportos de Comandatuba (BA), Barreirinhas (MA), Pato Branco (PR) e Patos, no Piauí. Duas unidades irão para o Corpo de Bombeiros de Maringá, no estado do Paraná, no sul do país, e outra unidade é foi para o transporte de explosivos no Peru.

Os caminhões recebem equipamentos que podem variar de roupas especiais, acessórios de coleta de répteis, bombas para lançamento de água com alta capacidade de fluxo e gerador de espuma líquida e equipamento de distribuição (LGE).

Comentarios