Vendas de pneus fecham janeiro com queda de 2%

Setor Nacional de pneumáticos iniciou o ano com retração, puxado pela baixa demanda do mercado de montadoras e reposição para comerciais leves e carga

Em janeiro, a indústria nacional de pneumáticos teve uma queda de 2% em comparação ao mesmo período de 2019. O resultado é consequência do declínio nas vendas para montadoras (-3,3%) e para reposição (-1,5%). Com isso, o primeiro mês do ano fechou com um total de 4.379.434 unidades comercializadas. Os dados fazem parte do levantamento setorial divulgado pela ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos).

“Seguimos com um moderado otimismo para o setor em 2020, acompanhando as projeções de crescimento com expectativa de que seja aprovada a reforma tributária ainda neste semestre e com uma visão conservadora para o segundo semestre devido ao momento eleitoral”, destaca Klaus Curt Müller, presidente executivo da ANIP.

Comentarios