Veloe anuncia o Plano Cidade

A fim de oferecer mais segurança a quem irá circular pela cidade, serviço diminui risco de contaminação por toque ou manuseio de dinheiro

Julho de 2020 – Veloe, unidade de negócios da Alelo, do Banco do Brasil e Bradesco, lançou o Plano Cidade – que ajuda nesse momento de retomada gradual das atividades econômicas por todo o País. O serviço permite o pagamento automático de estacionamentos, sem contato físico ou manuseio de dinheiro, garantindo a segurança de quem precisa circular pela cidade, permitindo também o uso em pedágios.

“Veloe é um meio de pagamento automático que, nesse momento, ajuda na retomada da confiança das pessoas para sair de casa. Passaremos a ter mais mobilidade nos próximos dias e entendemos que um plano voltado a quem trafega mais dentro das cidades do que em estradas seria importante. Com Veloe, os motoristas podem fazer pagamentos automáticos em mais de 320 estacionamentos, em diversos estados do Brasil. Para receber o adesivo da Veloe em casa, é so pedir pelo site”, ressalta Marcelo Costa, executivo responsável pela Veloe.

Além de estacionamentos, Veloe está presente em todas as rodovias pedagiadas do País. A empresa nasceu para descomplicar o caminho das pessoas e tornar o trajeto mais fluido e sem filas. Toda a experiência com o cliente é feita por aplicativo no celular ou pelo site, onde ele acessa as informações com transparência e tem total controle do uso.

Plano Cidade – o serviço custa R﹩ 9,90/mês (ou R﹩21,90 no mês em que utilizar em pedágios). As doze primeiras mensalidades são gratuitas.

Sobre a Veloe

Veloe traz uma nova experiência em meios de pagamento para uso em pedágios, estacionamentos e, em breve, postos de combustíveis e demais soluções de mobilidade urbana. Com experiência digital e totalmente integrada a um aplicativo de fácil utilização, Veloe foi criada por Banco do Brasil e Bradesco, por meio de sua controlada Alelo. Com foco no cliente e DNA digital e inovador, Veloe permite a utilização de tag para pagamento com o objetivo de descomplicar o caminho das pessoas.

Font: FSB Comunicação

Comentarios