Treinos livres marcam primeiro dia de atividades da Fórmula Truck em Curitiba

IMG_3274
No detalhe, Adalberto Jardim durante o treino livre. Foto: Larissa J. Riberti

Durante a coletiva de imprensa na parte da manhã pilotos falaram sobre as estratégias e expectativas para domingo.

O gosto já é de saudade. Depois de tanta especulação, o belo Autódromo Internacional de Curitiba será fechado em breve. O processo é antigo e passou por muitas idas e vindas até se tornar oficial recentemente.

Para o automobilismo, a notícia não é boa, já que as categorias brasileiras perdem um dos seus melhores autódromos. Segundo informações oficiais, a área do AIC será palco de um empreendimento imobiliário que servirá de moradia. O Autódromo funcionará até junho deste ano.

Os pilotos que participaram da coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira, 8 de abril, já lamentavam o fechamento do Autódromo. No entanto, muitos já tiveram ótimos resultados em Curitiba e esperam repetir o desempenho no próximo domingo.

Publicidade:

anuncio
IMG_2960
Foto: Larissa J. Riberti

A coletiva reuniu os três primeiros colocados da etapa passada, realizada em Santa Cruz do Sul (RS), Felipe Giaffone, Paulo Salustiano e Diogo Pachenki; além de Wellington Cirino. De forma unânime, eles lamentaram a situação do Autódromo, mas esperam fechar com chave de ouro a participação em Curitiba.

Na parte da manhã também foi realizado o primeiro treino livre, cujos melhores tempos ficaram com: Diogo Pachenki (1:41.819), Felipe Giaffone (1:41.992), Paulo Salustiano (1:42.111), Wellington Cirino (1:42.306) e Leandro Totti (1:42.605).

Já na parte da tarde, o segundo treino livre terminou com os seguintes resultados: Felipe Giaffone (1:41.587), Leandro Totti (1:41.813), Paulo Salustiano (1:42.336), Wellington Cirino (1:42.391) e Adalberto Jardim (1:42.887).

A segunda etapa do GP Aurélio Batista Félix de Fórmula Truck acontecerá no domingo (10) a partir das 13:10 e será transmitida ao vivo pela Band.

Redação Chico da Boleia

Comentarios