Peterbilt 567 Heritage é edição limitada para poucos

As edições limitadas parecem ganhar força no universo dos caminhões. Por aqui, recentemente, a Scania apresentou, para comemoras os seus 60 anos em terras brasileiras, uma série especial da linha R fazendo uma releitura do T 113, seu produto de maior sucesso.

No mercado norte-americano não é diferente. A indústria daquela região sabe que edições limitadas agradam o cliente e também valorizam seus produtos.

O mais recente espécime a ser apresentado por lá é o Peterbilt 567 Heritage (ou Herança), uma edição limitada que a Peterbilt quer direcionar para autônomos, muito em razão de seu design – um regresso ao clássico caminhão bicudo de linhas mais quadradas.

Herança para todos

De entrada, a gama 567 é um dos produtos mais polivalentes da Peterbilt, tanto que dispõe de outras versões para cobrir diversos segmentos do transporte rodoviário de longa distância. Razão também de a Heritage limitada ter opções de cabine com teto baixo, médio ou alto, simples ou leito.

O arranjo técnico contempla com duas opções de motores Paccar, MX-11 ou MX-13 – este, o mesmo motor que equipa os DAF XF e CF.

O caminhão também é ofertado com personalização exclusiva, como bancos com acabamento de couro com o logo Heritage estampado no encosto de cabeça, detalhes do painel em madeira, além de um número de série exclusico para as poucas unidades produzidas.

Por fora, as linhas mais tradicionais atraem graças ao para-choque, grade frontal e toda a parte lateral da cabine de alumínio polido.

Fonte: Transporte Mundial

Comentarios