Pedágio na BR-163/MS será reajustado

Foto: CCR MS Via/Divulgação

Valores das tarifas básicas aumentarão entre R$ 0,40 e R$ 0,50 nas diferentes praças de pedágio

As tarifas de pedágio na BR-163 no Mato Grosso do Sul, entre a divisa com o Mato Grosso e com o Paraná, aumentarão a partir do dia 14 de setembro. O trecho é administrado pela CCR MS Via – Concessionária de Rodovias Sul-Matogrossense. A cobrança dos novos valores foi autorizada pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres).

O aumentou varia de R$ 0,40 a R$ 0,50, dependendo a praça de pedágio. Em Novo Mundo, a tarifa passará de R$ 4,60 para R$ 5,00; na praça de Itaquiraí/Naviraí, a tarifa sai de R$ 6,50 para R$ 6,90; em Caarapó, de R$ 6,50 para R$ 7,00; na praça de Rio Brilhante, a tarifa aumenta de R$ 6,60 para R$ 7,00; em Campo Grande, de R$ 7,40 para R$ 7,80; na praça Bandeirantes/Rochedo/Jaguarai, onde a tarifa básica era R$ 5,60, o valor passa para R$ 6,00; em São Gabriel do Oeste/Camapuã, o valor sai de R$ 5,50 para R$ 5,90; na praça de Rio Verde de Mato Grosso, o valor passa de R$ 7,30 para R$ 7,80; e em Pedro Gomes/Sonora, a tarifa sobe de R$ 5,40 para R$ 5,80.

O reajuste de preços ocorre anualmente por força de lei e segundo critérios previstos no contrato assinado com a concessionária. A ANTT também faz revisões de preço, que visam a recompor o equilíbrio econômico-financeiro celebrado no contrato de concessão. Nesse caso, pode até ocorrer redução dos preços. Na semana passada, por exemplo, a ANTT anunciou redução de R$ 0,10 no valor das tarifas básicas de pedágio na BR-163 no Mato Grosso, em trecho concedido à Rota do Oeste.

Os novos valores foram publicados na resolução 5.414 da ANTT, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (11/9).

Comentarios