O artista da Scania

Só por gostar dos motores V8, sueco vira artista da marca do grifo
Svempa é o artista de caminhões mais conceituado da europa

Sven-Erik Bergendahl Svempa começou como artista universo os pesados em 1969, mas muito antes já tinha interesse em tudo o que era automotor. Foi então, naquele ano, que ele comprou o seu primeiro caminhão: um LS 1965, que não era 0 km, mas adequado para o serviço de guincho. Nessa mesma época, Svempa também comprou a primeira série do V8, o L140, equivalente ao LK no Brasil. Como diferencial do L140, o LK tinha o eixo dianteiro meio metro à frente.

Já no início dos anos 1980, Svempa, como hobby, começou a transformar caminhões. O primeiro modelo foi o R 142H de tração 6×2, o que o levou a receber um prêmio na Holanda por ter produzido o caminhão mais bonito da Europa. Svempa, além de pioneiro nessa personalização de veículos pesados pelo velho continente, é um dos mais respeitados no ramo.

Mas por que Scania?

Porque a fabricante produz motor V8 e numa tentativa  de Svempa mudar para outra marca, diz ele ter sido muito infeliz. “O motor não era V8 e não tinha o mesmo desempenho”, ressalta a razão da sua fidelidade à marca.

Conforme os anos se passaram ele foi  aprimorando seu talento e sendo mais notado pela mídia, recebendo prêmios por vários países da Europa.

A Scania passou a notar sua obra

 

Fazendo com que a Scania o notasse. Vale ressaltar que a fabricante adotou tão bem o conceito que passou a fornecer para os mercados do mundo inteiro, especialmente na Europa, caminhões personalizados por Svempa. Vale dizer, que esses caminhões são valorizados em torno de 20% quando são assinados por ele.

Mas além da Scania, clientes da marca podem encomendar obras do artista, mas só clientes da marca do grifo, ele não trabalha com caminhões de outras marcas.

Com o passar dos anos Svempa desenvolveu uma revenda de acessórios para veículos e incluindo uma grife com camisetas e bonés, por exemplo.

Caminhões de show ele produziu mais de 50 e conta com centenas de modelos em sua frota, sendo dois no negócio de guincho, onde tudo começou.

Tudo começou no negócio de guincho

 

 Fonte: Transporte Online

Comentarios