Navig e Sindecar premiam caminhoneiros com melhor desempenho no curso Motorista Eficiente

Cerimônia de entrega foi realizada na Concessionária Irmãos Davoli-Mercedes-Benz de Porto Ferreira e contou com a participação de amigos e familiares

No mês de agosto deste ano, a Irmãos Davoli de Porto Ferreira recebeu o simulador de direção da Navig, empresa comandada pelo ex-piloto de Fórmula 1, Luciano Burtti. Na ocasião, foi ministrado o curso Motorista Eficiente com o apoio do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas de Porto Ferreira e Região para os caminhoneiros inscritos, que puderam tomar contato com novas tecnologias e aprender mais sobre segurança e economia.

O objetivo do curso foi traduzir uma preocupação em capacitação, treinamento e qualificações para os motoristas, dando então as condições para que eles conhecessem mais todos os recursos de segurança e tecnologia de um caminhão.

No último dia 6 de outubro, a Navig, juntamente com o Sindecar e a Irmãos Davoli, premiou os cinco participantes que tiveram melhor desempenho no curso. A eles foram entregues certificados de qualificação da Navig em uma cerimonia bastante descontraída que reuniu amigos, parceiros e familiares na Irmãos Davoli de Porto Ferreira. O evento também marcou a celebração dos 70 anos da Concessionária Irmãos Davoli, uma das mais antigas e importantes representantes Mercedes-Benz do país.

30296294721_5313fbb67e_z

André Juliani, Presidente do Sindecar, destacou que num treinamento que reuniu cerca de 142 motoristas, cinco deles se destacaram. “Graças ao apoio da Irmãos Davoli e da Navig, nosso treinamento foi um sucesso e nós esperamos realizar outros módulos do treinamento e dar continuidade a essa parceria que deu certo”, afirmou.

André ainda comentou que os melhores motoristas participantes do curso receberam, além dos certificados, brindes concedidos pela Navig e pela Irmãos Davoli. Além disso, o curso já está dando retorno, tendo em vista que os motoristas já apresentam índices de uma condução mais eficiente, como economia de combustível e otimização do tempo de trabalho.

“Pelos relatos de alguns associados nossos, eles obtiveram uma melhora muito substancial principalmente em economia de combustível, que é um dos principais gastos não só das empresas como dos caminhoneiros autônomos. Por isso queremos colocar em prática outros cursos para os motoristas já no próximo ano”, destacou Juliani.

A premiação dos cinco melhores motoristas no curso Motorista Eficiente aplicado no mês de agosto expressa a necessidade de motivar as empresas a investirem na capacitação dos motoristas. A cerimônia também teve como objetivo valorizar a formação profissional deles.

Marcio Alexandre, representante da empresa Navig e quem ministrou o curso Motorista Eficiente, comentou que os motoristas foram escolhidos através da nota obtida. A prática não é comum, mas a Navig atendeu a um pedido da Davoli e da Sindecar, que desejaram premiar os melhores desempenhos entre os motoristas.

“Quando um motorista inicia o nosso curso, ele começa a dirigir do seu jeito, como ele conduz no dia a dia. Depois, ele tem o treinamento geral e é avaliado. Nessa avaliação, possuímos vários métodos de verificar o desempenho de cada um deles. Por exemplo, condução, antecipação, quando o motorista realmente consegue fazer a diferença. E foi com base nisso que escolhemos os melhores motoristas que estão sendo premiados aqui hoje”, revelou Marcio.

De acordo com o representante Navig, os cursos podem resultar numa economia de 8 a 10% de combustível, o que é bastante significativo para o setor. No entanto, os motoristas premiados conseguiram superar essas expectativas.

“Nós conversamos com os diretores das empresas e com os motoristas que realizaram o treinamento. Em geral, o feedback foi muito positivo porque a capacitação dos caminhoneiros envolve mais do que somente economia de combustível. Representa também mais educação e segurança no transito. Além disso, esses motoristas treinados multiplicam esse saber adquirido para os companheiros dentro da empresa”, destacou Marcio.

Lucio José Fioravante, proprietário da Agro Comercial Irmãos Pinto, de Tambaú, enviou alguns caminhoneiros para realizarem o curso Motorista Eficiente e acha que é muito importante que todos realizem o treinamento. “É um curso que abrange não só a economia de combustível, mas o mais importante que é a segurança. Porque pra economizar combustível é preciso dirigir com delicadeza, devagar, pensando na rota. Ou seja, isso promove uma viagem mais segura. Eu fiquei muito satisfeito”, destacou.

Ele também ressaltou que a linguagem utilizada no curso é bastante simples e familiar aos motoristas, pois trata de assuntos do dia a dia e das dificuldades que eles enfrentam na rotina de trabalho. Lucio José afirmou que já sentiu mudanças na forma de conduzir dos seus caminhoneiros.

“Na nossa empresa, premiamos os motoristas que conseguem atingir uma média mínima de km/litro de combustível. E poucos estavam ganhando esse prêmio no final do mês. Depois do curso, esse número de premiados subiu. O resultado foi animador e muito interessante”, afirmou.

Rafael Dalanezi é caminhoneiro da empresa Cooper Palmeiras e participou do curso. Por conta do seu bom desempenho, ele ficou entre os cinco melhores premiados. Na opinião do motorista,30296322061_cc8325a69e_z quem está na estrada todos os dias muitas vezes realiza algumas funções sem saber exatamente a razão daquela tarefa.

“Com a explicação do instrutor a gente entende as situações da estrada, como os momentos de economia, de risco, etc. Algumas coisas são hábitos equivocados. Nesse sentido, a explicação técnica nos ajudou a entender melhor a forma de conduzir de maneira eficiente”, destacou o motorista.

Dalanezi também apontou que já é possível notar mudanças na sua própria forma de dirigir. “Por exemplo, 99% dos motoristas tem o hábito de, quando estamos terminando uma subida tirar o pé do acelerador porque o caminhão está embalado. No curso a gente aprende que, se antes de começar a descer você já tirar o pé do acelerador, você pode ter certeza que você vai chegar lá embaixo na descida dois segundos mais lento, mas com uma economia de combustível muito maior”, afirmou.

Além de Dalanezi, que ficou com a terceira colocação, os outros caminhoneiros premiados foram: Franklin de Sousa – Transportadora Jule; Renato Olando – Agro Comercial; Aparecido Nalhato – Transportadora RC; Antonio L. Vicente – Transportadora Huma.

Redação Chico da Boleia | Fotos: Murilo de Abreu

VEJA MAIS FOTOS

Navig e Sindecar premiam caminhoneiros com melhor desempenho no curso motorista eficiente

Comentarios