Motoristas reclamam de buracos e má condição de estradas na região de Piracicaba

Motoristas que percorrem as estradas da região de Piracicaba (SP) reclamam da má condição dos trechos administrados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Quem precisa seguir para as cidades de Limeira, São Pedro, Charqueada e Iracemápolis enfrenta riscos diariamente e danos nos veículos. No pior trecho, na SP-191, motoristas chegam a invadir a contramão por causa dos buracos.

Ao percorrer a SP-151, que liga Limeira a Piracicaba, passando por Iracemápolis, já é possível perceber a má conservação desde o início da estrada. O trecho de pista simples parece um quebra-cabeças em alguns lugares, com peças soltas do asfalto.

O borracheiro Dirlei Franco conta que o trabalho tem se tornado uma espécie de pronto-socorro para os diversos veículos que têm problema no trecho. “Não tem nem como a condução passar meio rápido porque já corta o pneu, estraga tudo.”

O eletricista Ricardo Pereira Silva conta que esteve na borracharia no mês passado por causa de um buraco na pista e teve que colocar uma roda nova no carro.

“Coloquei o estepe e fui lá pra reformar, gastei R$ 150 na roda. Um monte de gente eu vejo reclamando que estraga a roda e não tem nem jeito de colocar uma roda de perfil maior, compra pneu novo mas ele corta na hora que passa no buraco, é complicado aqui.”

Reparos chegaram a ser feitos na pista para cobrir os buracos, mas acabaram formando ondulações na pista, que também atrapalham a direção.

Em outra rodovia, a SP-308, que liga Piracicaba a Charqueada, logo no começo já é possível ver o acostamento de terra, formando um degrau perigoso na pista para os motoristas.

Próximo ao Córrego da Onça, distrito de Charqueada, o asfalto fica tão ruim que os carros precisam passar devagar pelo trecho.

Riscos de acidentes

Publicidade:

anuncio

Seguindo pela SP-191, entre Charqueada e São Pedro, se chega ao trecho com maiores problemas. São apenas 15 quilômetros com incontáveis buracos e deformidades na pista, que fazem os veículos trepidarem durante todo o trecho. Com a chuva, os buracos viram poças d’água.

Em alguns pontos, o relevo na pista, do asfalto irregular, chega a ser tão alto que os motoristas invadem a contramão para fugir dos obstáculos. “Já vi vários acidentes aqui, porque o pessoal desce com os caminhões e daí vem carro, e os carros muitas vezes vão desviar dos buracos [e bate]. Já passei vários [apuros aqui]”, conta o caminhoneiro Antônio Silvério.

O mato nas margens da estrada ainda cobre boa parte da sinalização e tomam o acostamento da pista em alguns pontos. “A gente evita o máximo que consegue [passar aqui]”, conta a advogada Caroline Sarto. “Só quando precisa mesmo. Evitar a noite, porque à noite a visibilidade piora, então dobrar a atenção, o cuidado, e vai porque precisa ir mesmo.”

Manutenção

O DER-SP afirmou por meio de nota que as rodovias SP-151, SP-308 (ligação entre Piracicaba e Charqueada) e SP-191 (ligação entre Charqueada e São Pedro), recebem serviços de conservação de rotina “como roçada, poda, limpeza da plataforma, drenagem, limpeza e manutenção do pavimento com tapa-buraco, bem como o reforço da sinalização vertical e horizontal sempre que necessário”, diz a nota.

O departamento prometeu ainda que, a partir desta quarta-feira (10), uma equipe vai fazer serviços de manutenção na SP-151. Quanto à SP-308, o DER afirma que o trecho recebeu serviços de roçada há cerca de 15 dias e que foi vistoriada nesta segunda-feira (8). Já na SP- 191, “os serviços de conserva de rotina estão realizados hoje [terça-feira]”, diz a nota.

Foto: Ronaldo Oliveira/EPTV

Fonte: G1

Comentarios