Mercedes-Benz lidera as vendas de veículos comerciais em 2018

A Mercedes-Benz do Brasil liderou as vendas de caminhões em 2018. Foram mais de 21 mil modelos da marca emplacados, levando a 27,8% de participação de mercado. O volume comercializado é 44% superior ao obtido em 2017.

“O grande destaque do ano foi o avanço da nossa marca em caminhões pesados, o segmento que mais representa o crescimento da atividade econômica no País. Com quase 10.000 unidades emplacadas, lideramos o segmento em 2018 e dobramos as vendas em relação a 2017, saindo de 26,2% para 28,6% de participação nesta competitiva categoria”, ressalta Philipp Schiemer, presidente da Mercedes-Benz do Brasil e CEO América Latina.

De acordo com o executivo, as renovações e ampliações de frotas, que começaram a surgir mais intensamente no segundo semestre de 2018, tendem a ter continuidade. “Com investimentos em nossas fábricas e a contratação de novos colaboradores, nossa Empresa está aumentando o ritmo de produção de caminhões, a fim de atender às demandas do mercado. Os clientes podem contar com uma Mercedes-Benz cada vez mais forte e preparada para oferecer os veículos que eles precisam, além do amplo portfólio de peças e serviços, como dos financiamentos do Banco e do Consórcio da nossa marca”.

Na avaliação de Schiemer, o Brasil ainda tem demanda reprimida por caminhões. “O cenário é favorável: juros baixos, inflação controlada e há perspectiva de crescimento do PIB. Isso aumenta a confiança na economia do País e estimula investimentos. Estamos, portanto, otimistas como há muito tempo não ficávamos. Acreditamos na melhora do mercado e aumento da produção em 2019”.

Assim como em caminhões, a Mercedes-Benz do Brasil fecha 2018 liderando as vendas em todos os segmentos de veículos comerciais, o que também inclui ônibus e comerciais leves Sprinter.

“O bom desempenho comercial da Empresa em 2018 também aconteceu nas exportações. Foram 6.133 caminhões e 5.341 ônibus, totalizando 11.474 veículos vendidos ao mercado externo, tendo como principais destinos Argentina, Chile, Peru, e países do Oriente Médio e da África”, completa o executivo.

Mercedes-Benz é Top of Mind em caminhões pesados

O avanço da Mercedes-Benz no segmento de pesados está diretamente ligado ao grande sucesso do Actros e do Axor. Das 9.955 unidades emplacadas em 2018, 8.743 são dessas linhas: 4.529 unidades do Actros (202% de crescimento em relação ao mesmo período do ano passado) e 4.214 unidades do Axor (81% a mais). Juntos, o Actros e o Axor correspondem por 25% das vendas totais de pesados no Brasil, levando em conta todas as marcas.

“O sucesso do Actros e do Axor é um belo exemplo do quanto a imagem do caminhão da nossa marca se fortalece no mercado brasileiro, conquistando reconhecimento e confiança”, afirma Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus da Mercedes-Benz do Brasil. “Nosso objetivo é manter essa posição de Top of Mind. Pensou em caminhão, imediatamente lembrou da marca Mercedes-Benz”.

As vendas de pesados estão sendo puxadas por atividades ligadas ao agronegócio, como transporte de grãos, cana-de-açúcar e madeira, assim como pela mineração, logística, combustíveis e varejo. Já o aquecimento da indústria, comércio e serviços abre muitas oportunidades não só para pesados, como também para leves, médios e semipesados.

Para atender qualquer demanda de frotistas e de profissionais autônomos, a Mercedes-Benz tem o caminhão certo para o que o cliente precisa, honrando o compromisso “As estradas falam. A Mercedes-Benz ouve”. O amplo e abrangente portfólio conta com modelos urbanos, rodoviários e fora de estrada das famílias Accelo, Atego, Axor e Actros. Esse diferencial da marca está à disposição dos clientes por meio da Rede de Concessionários, presente em todos os estados.

Publicidade:

anuncio

Além do Banco e do Consórcio Mercedes-Benz, os clientes têm ainda o apoio da unidade de seminovos SelecTrucks para renovação de frota. Em 2018, a Empresa vendeu 1.100 caminhões novos envolvendo troca de veículos usados de clientes. E para manutenção de sua frota, os clientes contam com o amplo portfólio de peças e serviços da marca, com destaque para três linhas de peças de reposição (genuínas, remanufaturadas e Alliance), planos de manutenção e o sistema de gestão de frota e rastreamento Fleetboard.

Grandes negócios de ônibus em 2018

Ano passado, a Mercedes-Benz aumentou em cerca de 24% as vendas de ônibus no Brasil em relação a 2017, com aproximadamente 7.458 unidades emplacadas. Dessa forma, manteve sua liderança no segmento acima de 8 toneladas de PBT, com 51,6% de participação, sendo 79,2% em urbanos e 54,9% em rodoviários.

As renovações de frotas de ônibus também começaram a surgir de forma mais acentuada no segundo semestre de 2018. No segmento urbano, isso aconteceu de forma mais impactante em grandes capitais do Sudeste, Sul e Nordeste, visando melhorar a qualidade do serviço prestado aos usuários do transporte coletivo. No segmento de rodoviários, as empresas estão buscando um nível mais elevado de conforto e segurança para os passageiros e o motorista, utilizando novas tecnologias para se destacar frente à concorrência.

Nesse contexto, a Mercedes-Benz realizou grandes negócios ao longo do ano, conquistando novos clientes e registrando a volta para a marca de empresas de transporte de passageiros que já foram clientes no passado. A tendência é de novos negócios com mais renovações de frota de urbanos e rodoviários, a partir de novas demandas, licitações e de legislações, como a do uso de elevador para cadeirantes nos ônibus rodoviários.

No ano passado, a Mercedes-Benz foi também a fabricante que mais vendeu ônibus para fretamento no Brasil. Foram 718 unidades, o que dá à marca cerca de 55% de market share. Esse volume é 169% superior às 267 unidades de 2017. O transporte de funcionários ganha destaque nesse segmento, com as empresas de fretamento ganhando novos contratos ou aprimorando os serviços atuais.

Com relação ao segmento escolar, em junho de 2018, em parceria com a Caio Induscar, a Mercedes-Benz venceu uma licitação para fornecimento de 1.600 ônibus LO 916 R da categoria ORE 2 para o Programa Caminho da Escola. As primeiras unidades começaram a ser entregues e as prefeituras têm até abril de 2019 para solicitar seus ônibus.

Mais uma vez, Sprinter é líder de vendas

Em 2018, com a Sprinter, a Mercedes-Benz foi novamente líder de mercado na categoria de Large Vans, com 36% de participação e emplacamento de 8.299 unidades, entre vans de passageiros, furgões e chassis com cabina. “Dessa forma, reafirmamos a liderança reconquistada em 2017 após 10 anos”, informa Jefferson Ferrarez, diretor de Vendas e Marketing Vans da Mercedes-Benz do Brasil. “Em sete anos, aumentamos o market share da Sprinter em 21 pontos percentuais, saltando de 15% em 2012 para 36% em 2018”.

As vendas de furgões Sprinter cresceram 49% este ano, com 3.819 unidades emplacadas, frente a cerca de 2.561 unidades do mesmo período de 2017. Esse expressivo crescimento de vendas vem sendo puxado por atividades como distribuição urbana, e-commerce e aplicação ambulância.

O crescimento de vendas da Linha Sprinter também é significativo nas demais categorias. Com 974 unidades em 2018, a linha de chassis com cabina alcança um crescimento de vendas de 16%, também motivado por demandas da distribuição urbana e do e-commerce. Já em vans de passageiros, esse crescimento é de 20%, com 3.506 unidades emplacadas, atendendo principalmente ao transporte executivo e turismo.

Além de seu reconhecido padrão de qualidade, versatilidade, tecnologia, conforto e segurança, a Sprinter se destacou no mercado em 2018 pelo foco na redução de custos operacionais para os clientes. Com os Planos de Manutenção do Mercedes-Benz Service Care e a Revisão Declarada com Preço Fixo, os proprietários têm maior controle sobre as despesas com manutenção, podendo se planejar melhor. Isso contribui para que a Linha Sprinter se consolide no mercado como o maior valor de revenda e a melhor compra da categoria.

Comentarios