INDÚSTRIA DE IMPLEMENTOS RODOVIÁRIOS RECUA 40,88% DE JANEIRO A MAIO, DIZ ANFIR

A indústria de implementos rodoviários apresentou de janeiro a maio de 2015 queda de 40,88% no total de produtos emplacados. No período as empresas do setor entregaram aos seus clientes 37.967 unidades ante 64.216 produtos emplacados em igual período de 2014.
O segmento Pesado (Reboques e Semirreboques) apresentou queda de 50,44% com 11.938 unidades emplacadas no período contra 24.090 registrados de janeiro a maio de 2014. No setor Leve (Carroceria sobre chassi) o percentual negativo é de 35,13%: 26.029 implementos rodoviários emplacados ante 40.126 unidades no mesmo período de 2014.
O desempenho negativo da indústria de implementos rodoviários reflete a situação da economia brasileira. A apuração do PIB, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE, indica retração de 0,2% no primeiro trimestre do ano em relação ao último trimestre do ano passado e 1,6% em relação aos três primeiros meses de 2014.

Publicidade:

anuncio
Mesmo assim, nem todos os segmentos da economia avaliados tiveram desempenho ruim: a agropecuária registrou crescimento de 4,7% em relação ao trimestre anterior, e de 4% em comparação com o mesmo período do ano passado. “O resultado negativo surpreendeu quem esperava por algo pior como 0,5% de retração”, avalia Alcides Braga, presidente da ANFIR.
Para o presidente da ANFIR a redução menor que a esperada pode indicar que o pior do ano, ou seja, o primeiro trimestre está ficando para trás. “Podemos esperar que a situação fique menos pior e por isso o momento é de se concentrar nos negócios e aproveitar as oportunidades como a realização da Fenatran, a maior feira de negócios do setor de transportes do País”, afirma. No evento mais de 40 indústrias produtoras de implementos rodoviários confirmaram presença e vão ocupar 13 mil metros quadrados de área de exposição.
FONTE: Frota e Cia

Comentarios