DAF apresenta seu primeiro caminhão feito no Brasil

DAF apresentou na terça-feira, 10, o seu primeiro caminhão produzido e vendido no Brasil, o pesado XF 105, que chega nas 20 concessionárias da marca em outubro. Ainda sem preço revelado, o modelo, feito em Ponta Grossa (PR), que deverá ser vendido na mesma faixa de outras marcas premium, terá a princípio duas configurações de tração, 6×2 e 6×4, e duas versões de cabine, a Confort e a Space, ambas com bom espaço interno, materias sofisticados e fácil acesso para motorista.

“O preço do nosso caminhão só será divulgado na Fenatran, mas posso adiantar que ele não será tão acessível por ter acabamento e conteúdo premium”, afirmou Michael Kuester, diretor comercial da DAF do Brasil.

De acordo com o executivo, a DAF pretende conquistar 10% do mercado de caminhões pesados em cinco anos com o modelo. Um dos segmentos de maior interesse da companhia é o de agronegócios. “O nosso caminhão é extremamente versátil para o transporte de cargas pesadas”, comentou Kuester.

O XF 105 6×2 tem capacidade máxima de tração de 60 toneladas, 300 mm de distância do solo. Pode ser equipado com motores de 410 ou 460 cavalos. Em 2014, ganhará uma versão mais potente, de 510 cavalos. Tem freio motor da própria DAF de 430 cv, tanque diesel de até 620 litros e tanque de Arla 32 de até 140 litros.

Já o XF 105 6×4 garante melhor performance em estradas não pavimentadas. Tem capacidade máxima de tração de 80 toneladas, 360 mm de distância do solo, motor de 460 cavalos (serão 510 cv em 2014), tanque diesel de até 1.060 litros e tanque de Arla 32 com capacidade para 140 litros.

O propulsor Euro 5 do XF 105, de 12.9 litros e seis cilindros em linha, com bloco e cabeçote fundidos pela Tupy no Brasil, é montado na Holanda e só depois vem para fábrica de Ponta Grossa para equipar o caminhão. Segundo a DAF, foi testado por mais de 28 milhões de quilômetros em todo mundo.

É possível optar por transmissão da ZF manual de 16 marchas ou ainda por automatizada AS-Tronic de 12 ou 16 velocidades.

ADAPTAÇÕES PARA MERCADO BRASILEIRO 

Já vendido no mercado europeu, o caminhão XF 105 passou por algumas adaptações para rodar pelo Brasil. Segundo Felix Hendrix, diretor de desenvolvimento de produto da DAF, além de ganhar peças nacionais para pode ser financiado pelo Finame/BNDES, os eixos e o motor do veículo pesado foram adaptados por conta da qualidade do combustível e das estradas brasileiras. Na cabine, mudou apenas o freio de carreta e foi adotado um climatizador de teto por causa de temperaturas mais altas.

Ainda de acordo com o executivo, mais de 2 milhões de quilômetros estão sendo rodados com o caminhão até o fim do ano de norte a sul do Brasil para validação. Além das avaliações realizadas pela DAF, 13 unidades do XF 105 estão sendo testadas por diferentes clientes frotistas.

O diretor comercial Michael Kuester diz que quem adquirir o caminhão pesado terá direito no primeiro ano a garantia básica. No segundo, a mesma se estende para o trem de força. A DAF espera ter peças genuínas já a partir de 2013 nas concessionárias, algumas com serviços 24 horas.

Automotive business – CAMILA FRANCO

Comentarios