Colecionador de caminhões ‘viciado’ em Fenemê já perdeu a conta de quantos tem

Fanático por Fenemês, o empresário Osvaldo Strada criou estrutura com oficina para restaurar e cuidar dos caminhões (Foto: Fábio Tito/G1)

Paixão de Oswaldo Strada são veículos dos anos 50 e 60 da FNM, apelidados de Fenemê. Ele usa de mais de um galpão para guardar e restaurar suas ‘joias’, que podem custar até R$ 450 mil.

Comentarios