Campanha alerta caminhoneiros para o risco da sonolência ao volante

Realizada durante a madrugada, campanha busca prevenir acidentes. Motoristas receberão orientações sobre tempo correto de descanso

Como parte das atividades, os caminhoneiros serão abordados no Posto Pica Pau, localizado no km 200, pista sentido capital, entre 19h e 0h, período em que se observa maior sonolência ao volante. Uma equipe da concessionária dará diversas orientações aos motoristas, como o tempo correto de descanso e a importância de evitar o uso de medicamentos e substâncias para combater a sonolência.

 Começa na noite desta quarta (19) e segue até quinta (20) na Via Anhanguera (SP 330), em Santa Cruz da Conceição, uma ação educativa que irá alertar os caminhoneiros para os riscos da sonolência ao volante. O objetivo é reduzir o índice de acidentes envolvendo caminhões e carretas na rodovia, responsável por 23% dos acidentes em 2016 entre Cordeirópolis e Santa Rita do Passa Quatro.  A campanha Acorda Motorista é promovida pela Intervias, concessionária de rodovias da Arteris, com o apoio do policiamento rodoviário.

Além das orientações sobre sono, a equipe de atendimento pré-hospitalar da Intervias fará uma breve avaliação de saúde onde será medido o IMC (índice de massa corpórea) e pressão arterial, fatores de saúde que contribuem no aumento do risco de acidentes. Também será realizada uma ação de inspeção veicular nos caminhões, com instalação de adesivos refletivos e troca de lâmpadas queimadas de faróis e lanternas.

A Arteris mantém um calendário periódico com ações educativas para levar a conscientização viária a pedestres, ciclistas, motociclistas e caminhoneiros e estimular o comportamento seguro, desenvolvendo ações e campanhas específicas com seu público de interesse. No início de julho, a campanha Saúde na Boleia, uma ação educativa que tem como objetivo incentivar hábitos saudáveis dos caminhoneiros, atendeu mais de 170 pessoas em Araras/SP. A ação também faz parte do calendário de atividades da ARTESP (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Sono ao volante e acidentes

Do total de acidentes registrados no Sistema Intervias em 2016, 211 foram colisões traseiras, sendo que 41% dos casos envolveram caminhões e carretas. Além de ser a principal causa de acidentes na região, a colisão traseira também foi responsável pelo maior número de mortes: foram 15 em 2016, 32% do total de vítimas fatais. Com os esforços implementados pela concessionária, já foi possível perceber uma redução no número deste tipo de acidente: comprando 2016 com o ano anterior houve queda de 9%.



É possível associar a sonolência ao volante como importante causa das colisões traseiras considerando os dados coletados em entrevistas realizadas com motoristas nos últimos 12 anos nas campanhas do Saúde na Boleia, programa da Arteris destinado à saúde e bem-estar dos caminhoneiros. Ao responderem às questões da Escala de Sonolência de Epworth, um teste que avalia o nível de sono do motorista em diversas situações, cerca de 20% dos entrevistados registraram mais de 11 pontos no teste, condição que aumenta em 70% o risco de sofrer acidentes de trânsito.

Segundo dados da Associação Brasileira de Medicina de Tráfego (ABRAMET), o sono e a fadiga são responsáveis por 60% dos acidentes no Brasil, sendo que a sonolência ao volante já é a segunda maior causa de acidentes nas rodovias brasileiras. De acordo com a Fundação Nacional do Sono, a insônia aumenta em 250% o risco de acidentes de trânsito nas estradas. Se o motorista sofrer com a apneia do sono, os dados pioram: o risco é elevado para 700%.

SERVIÇO:

Campanha Acorda Motorista

Quando: 19 e 20 de julho, das 19h à 0h

Onde: km 200 da SP 330, sentido sul – Posto Pica Pau I, Santa Cruz da Conceição/SP

SERVIÇOS GRATUITOS

Comentarios