Caminhoneiros podem fazer exames gratuitos na SP-340 em Casa Branca

Objetivo é alertar sobre a prevenção de doenças do coração e diabetes.
Campanha ‘Bate Coração’ ocorre das 8h às 17h até a próxima sexta (26).

batecoracao

A concessionária Renovias promove de segunda-feira (21) a sexta-feira (25) mais uma etapa da campanha ‘Bate Coração’. O objetivo é oferecer consulta médica e exames de saúde gratuitos aos caminhoneiros. A ação é realizada das 8h ás 17h em uma tenda montada em posto de combustíveis no km 244 da  Rodovia Prefeito José André de Lima (SP-340), que liga a cidade a Mococa.

Segundo o coordenador da campanha, o cardiologista Eli Paulo Colombo Filho, além de consulta médica, os motoristas poderão realizar exames de eletrocardiograma e teste de glicemia, que auxiliam no diagnóstico de doenças cardíacas e diabetes.

Será distribuído aos caminhoneiros uma cartilha com informações sobre o coração, fatores de risco de doenças coronarianas e funcionamento do aparelho circulatório. O material contém dicas de alimentação saudável, orientações de ergonomia para evitar dores na coluna, dicas de segurança e serviços oferecidos pela concessionária gratuitamente 24 horas por dia.

“O objetivo maior é induzir à mudança de hábitos. A gente já sabe que é uma classe sedentária. Apesar de às vezes viajar mil quilômetros por dia, o motorista fica sentado, come mal, não vê o medico, não faz prevenção, check up. A função social da campanha é trazer o médico até o local de trabalho deles”, disse o cardiologista.

Levantamento
O especialista explicou que, em 10 anos de campanha, mais de 20 mil motoristas já foram atendidos. Levantamento realizado pela concessionária junto aos caminhoneiros que participaram da última etapa da campanha, realizada em setembro, constatou que 71% dos motoristas de caminhão têm alimentação irregular e 42% estão fora do peso normal, sendo 40% com quadro de obesidade mórbida.

A má qualidade de vida desses motoristas também é indicada em outros itens. Vale destacar que 66% deles não têm como hábito a prática de atividades físicas, 52% ingerem bebida alcoólica regularmente, 16% são fumantes, 16% dormem menos de oito horas diárias e 27% usam algum tipo de medicamento.

O coordenador da campanha aponta ainda que em 31% dos caminhoneiros a aferição de pressão arterial sugeriu atenção. Do total de motoristas de caminhão atendidos, 28% têm idade acima de 51 anos e 8% apresentaram alteração no teste de glicemia, que pode indicar risco de diabetes.

Fonte: G1

Comentarios