A Einride está trabalhando agora na parte de estruturar uma rede de postos de recarga para o seu projeto, que não passou da fase de protótipo ainda. A expectativa da empresa é que uma unidade completa e mais próxima da versão final já esteja pronta até o fim do ano, com uma frota de 200 caminhões rodando por aí até 2020, carregando cerca de dois milhões de pallets por ano em um trajeto entre Gotemburgo e Helsingborg.

Publicidade:

Consorcio DAF

Vale apontar que a Einride não é a única na empreitada de criar veículos de carga que podem andar sozinhos: a Uber já iniciou seu projeto com a Otto há algum tempo e a Waymo recentemente anunciou que já está desenvolvendo um caminhão autônomo para chamar de seu. No entanto, na vizinhança da Einride, apenas a Daimler já mostrou a intenção de criar um veículo parecido.