BR-163/MT tem nova estrutura de acesso a aeroporto de Rondonópolis e MT-471imagem

br163

A BR-163/MT tem obras do acesso ao aeroporto de Rondonópolis (MT) e à MT-471, no sul de Mato Grosso, finalizadas. O tráfego de veículos foi liberado no km 107 da rodovia e o km 102 deve ser liberado ainda nesta sexta-feira (24/7). A nova estrutura dará mais fluidez ao tráfego de veículos e mais segurança aos usuários.

Os dispositivos em desnível são do tipo trombeta, compostos de um viaduto e alças de acesso, que podem ser utilizados também como retorno. Ao todo serão implantados pela Rota do Oeste, concessionária que administra o trecho, 17 dispositivos e obras de arte especiais, como pontes, viadutos, entre outros.

Outras obras estão em andamento ou previstas para iniciar ainda neste ano. É o caso das pontes sobre os rios Correntes (km 0), Sozinho (km 24), Itiquira (km 29), Cachoeira (km 44), Ponte de Pedra (km 55) e Inhumas (km 74). Dispositivos nos quilômetros 13, 34, 47, 76, 94 e 119 também estão previstos, além de outros retornos e intervenções menores.

Duplicação da rodovia – Ainda nos próximos dias, serão entregues também outros 32,4 quilômetros da nova etapa de duplicação na região sul do estado. Somados aos 22,5 quilômetros entregues entre Rondonópolis e o terminal de Cargas da América Latina Logística (ALL) em abril, são 54,9 quilômetros de duplicação.

Concessão – A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), criada em 2001, regula e fiscaliza a exploração de infraestrutura e prestação de serviços de transporte terrestre, inclusive contratos já celebrados antes da sua criação, resguardando os direitos das partes e o equilíbrio econômico-financeiro dos respectivos acordos.

Com 850,9 quilômetros de extensão, a BR-163/MT foi concedida para iniciativa privada com o objetivo de exploração da infraestrutura, em 20 de março de 2014, pelo período de 30 anos. A licitação fez parte da 3ª etapa do programa de concessões rodoviárias.

ASCOM ANTT, com informações da concessionária Rota do Oeste.

Comentarios