Beto Monteiro fatura a Copa 2 após duas corridas eletrizantes em Goiânia

Beto Monteiro obteve a pontuação necessária para conquistar pela segunda vez seguida um título na Copa Truck. . (Foto: Vanderley Soares)

Beto Monteiro fatura a Copa 2 após duas corridas eletrizantes em Goiânia

O pernambucano levou a taça da Copa 2 e somou mais 12 pontos no ranking da Grande Final

Mesmo sem vencer nenhuma das duas corridas deste domingo, Beto Monteiro obteve a pontuação necessária para conquistar pela segunda vez seguida um título na Copa Truck.

O pernambucano da Volkswagen levou a taça da Copa 2 e somou mais 12 pontos importantes no ranking da Grande Final, enquanto André Marques e Paulo Salustiano triunfaram nas duas provas da quarta etapa, respectivamente.

Depois de conquistar a pontuação máxima com duas vitórias no sábado, Beto entrou na decisão do domingo com uma boa vantagem para seu rival mais próximo, Jô Augusto, e, com um segundo lugar e um oitavo (mesmo tendo o motor quebrado a duas voltas do fim), o piloto do Bruto #88 fechou a Copa 2 com 68 pontos, contra 54 de Jô e 50 de Marques.

 – Foi um misto de algumas frustrações com a alegria no final de tudo. No quali tive problemas na barra de direção, fui desclassificado, mas a corrida 1 foi muito boa a recuperação. Na seguinte, tive uma briga boa com o André, mas estava muito quente e quebrou o turbo. Estou muito feliz com mais uma copa e o objetivo cumprido, que era somar o máximo número de pontos possível – comentou Beto.

Em sua segunda temporada na categoria, Jô Augusto vem impressionando a todos após mostrar uma pilotagem consistente na primeira Copa, em Cascavel, e repetindo a dose nas quatro provas de Goiânia, mal se cabendo no corpo de tanta felicidade depois de um fim de semana quase perfeito – só ficou faltando uma vitória. Mas a vaga na Grande Final e dez pontos no ranking da decisão estão garantidos.

– Eu só tenho a agradecer. Tudo deu certo, a gente veio para fazer um bom trabalho, evoluindo a cada sessão, a cada corrida, e o resultado apareceu. Tive um pouco de sorte ontem, mas hoje mostramos a nossa capacidade. Na Copa Truck, tive aqui em Goiânia o melhor fim de semana da minha vida! Pena que longe dos públicos, mas isso vai passar e poderemos confraternizar em breve – celebrou Jô.

Assim como aconteceu no sábado, o forte calor e a baixíssima umidade relativa do ar na região da capital goiana, onde fica o Autódromo, foram grandes desafios tanto para pilotos quanto para máquinas: “Foi uma etapa atípica por conta do clima que afetou demais os caminhões. Mas temos um equipamento confiável, que foi até o final. Conquistamos alguns resultados que nos mantém na disputa do título”, avaliou Marques.

– Meu sábado foi tão frustrante por não ter conseguido dar mais de duas voltas, que essa vitória hoje foi uma bênção. Dedico o resultado meu e da equipe ao Renato Martins, que certamente devia estar se coçando em casa sem poder estar conosco – completou Salustiano.

Um dos pontos altos da temporada foi a inauguração do sistema de Drive In, com duas pessoas por carro, para acompanhar as provas e da Visitação Drive Thru. A próxima etapa da Copa Truck, por conta da pandemia, será divulgada nas próximas semanas.

Confira o ranking completo no site oficial do evento.

Comentarios