Shadow

Altas temperaturas podem afetar o funcionamento do caminhão

Durante esta época é importante dar uma atenção especial no momento das vistorias de pneus e sempre estar de olho no sistema de arrefecimento do motor. (Foto: reprodução)

Altas temperaturas podem afetar o funcionamento do caminhão

Especialista explica quais cuidados são necessários para prevenir problemas no veículo

Os próximos meses prometem ser de muito calor e para os caminhoneiros (as) o cuidado e manutenção nos veículos precisam ser redobrados. As altas temperaturas podem provocar vários problemas nos caminhões e, por isso, é essencial estar atento antes de pegar a estrada, ampliando a rotina de checagem e prevenção.

De acordo com Felipe Medeiros , COO da GVM Solutions Brasil , durante esta época é importante dar uma atenção especial no momento das vistorias de pneus e sempre estar de olho no sistema de arrefecimento do motor e não abusar do sistema de freios.

O especialista explica que o aquecimento do sistema de freios pode fazer com que o veículo pegue fogo; a elevação da pressão dos pneus (somada a pequenos problemas) os tornam são mais suscetíveis a estourar enquanto o veículo está em movimento; a temperatura operacional do motor acima do ideal pode causar a queima da junta do cabeçote; e em casos extremos pode ocorrer a fundição dos pistões ao bloco do motor.

– O motorista deve confirmar antes de iniciar qualquer viagem se os pneus estão em estado adequado, se a calibragem deles está correta, se o veículo tem apresentado anomalias de temperatura e se os freios estão com espessura adequada e se foram ajustadas as catracas de freio – ressalta Medeiros, quando questionado sobre medidas preventivas para evitar danos durante a viagem.

Felipe ainda destaca que os pneus em altas temperaturas acabam tendo sua pressão elevada, deste modo pequenas fragilidades que em temperaturas baixas geralmente não são problema, passam a ser pontos de atenção.

Caso ocorra algum problema no caminhão, decorrente da alta temperatura da estrada (e também do asfalto), o especialista orienta a “primeiramente tentar parar o veículo em local seguro ou sinalizar caso acabe ficando sobre a pista de rolagem. Depois disto é recomendado que faça contato com a área de manutenção da empresa ou mecânico de confiança para tentar diagnosticar o problema e buscar as alternativas paliativas para seguir viagem ou buscar outro tipo de auxílio em casos mais extremos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Resolva o problema * Time limit is exhausted. Please reload CAPTCHA.