Aeroporto de Aracaju tem crescimento de 3,2% em receitas comerciais

O Aeroporto Santa Maria, em Aracaju (SE), concluiu 2016 com crescimento de 3,2% em suas receitas comerciais. No ano passado, foram R$ 7,7 milhões arrecadados com concessões de áreas comerciais e ações eventuais.

Segundo a gerente de Negócios Comerciais e Logística de Carga do terminal sergipano, Maria lucia Farias, entre os segmentos presentes no Santa Maria, o de serviços foi o grande destaque, seguido pelo varejo e ações eventuais (quiosques). “O segmento que mais cresceu em 2016 e que se apresentou como peso positivo na balança comercial do aeroporto foi o de serviços, principalmente a atividade de locadoras de veículos”, explica a gerente.

O Aeroporto de Aracaju pode receber 54 unidades comerciais e mais cinco quiosques para ações eventuais, tanto no saguão quanto nas áreas de embarque e desembarque de passageiros. No momento, 12 pontos comerciais estão disponíveis no aeroporto e devem ser licitados no primeiro trimestre de 2017.

Segundo Rodrigo Siebra, superintendente do Aeroporto de Aracaju, está em andamento um estudo para implantação de um Centro Comercial no terminal que vai impulsionar a gama de serviços  oferecidos no Santa Maria. “Nossa perspectiva é de conclusão desses estudos e concessão da área no início do segundo semestre. Com isso, esperamos um crescimento ainda maior para 2017”, destaca o superintendente, que acrescenta: “Quem ganha com isso também é o passageiro, que encontra mais opções de alimentação, serviços e varejo no aeroporto”.

Voos de Negócios

Em novembro de 2016, o Aeroporto Santa Maria foi palco da primeira edição do Voo de Negócios da Rede Infraero. O evento teve como objetivo receber empresários, agências de publicidade e eventos e associações comerciais interessados em abrir um negócio no terminal de passageiros.

Assessoria de Imprensa – Infraero

Comentarios