Acordo é selado e caminhoneiros encerram protesto em terminal de MT

sequence_1
Fila de caminhoneiros chegou a 7 km na BR-163, em Rondonópolis (Foto: Reprodução/TVCA)

Trabalhadores protestavam por melhores condições de infraestrutura.

Representantes dos caminhoneiros que protestavam em frente ao terminal de cargas da América Latina Logística (ALL) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, firmaram um acordo com a empresa e com membros da Justiça no início da noite desta quarta-feira (2).

Eles protestavam por melhores condições de infraestrutura nos pátios em que aguardam o descarregamento de grãos desde terça-feira (1º) e impediam a saída de cargas do terminal. Durante a reunião entre as partes, a ALL se comprometeu a atender às reivindicações dos profissionais, entre eleas, promover a melhoria do pátio de descarga de grãos.

Com o acordo selado, os caminhões devem voltar a entrar no terminal ainda nesta noite. Até o final da tarde, a fila de caminhoneiros em espera dos caminhões já chegava a 7 km na BR-163, uma vez que o pátio do terminal já se encontrava lotado.

Falta de infraestrutura

Publicidade:

anuncio

Segundo o diretor executivo do Sindicato das Empresas Transportadoras de Cargas de Rondonópolis e Região (SETCARR), Miguel Antônio Mendes, entre as principais reclamações dos caminhoneiros estão a falta de banheiros e local adequado para espera até o descarregamento da carga.

Além dos banheiros precários, a falta d’água nos bebedouros do terminal tem sido constante, conforme o sindicalista.

Outro lado
Nesta manhã, a ALL informou ao G1 que, nos próximos dias, começará a ser construído um pátio regulador para os caminhões em espera no terminal de Rondonópolis. Informou ainda que os caminhoneiros têm à disposição um restaurante climatizado, com capacidade para 300 pessoas, e 40 banheiros, que recentemente passaram por reparos.

fonte: G1

Comentarios