Abril mostra aumento nas vendas diárias de veículos

O Setor fechou o mês próximo da estabilidade, em relação a março/22, apenas com ligeira queda, de 1,1%. (Foto: reprodução/Canva)

Abril mostra aumento nas vendas diárias de veículos

Apesar da queda de 1,11% no volume total, emplacamentos registram alta de 14,5% na média diária de abril

Com 270.560 unidades licenciadas, o mês de abril (19 dias úteis) registrou alta de 14,5% no número de emplacamentos diários, na comparação com março (22 dias úteis), segundo dados da FENABRAVE – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. Com isso, o Setor fechou o mês próximo da estabilidade, em relação a março/22, apenas com ligeira queda, de 1,1%. Já no comparativo com abril de 2021, houve retração de pouco mais de 6% e, no acumulado do ano, a queda é de cerca de 7,2%.

– Temos notado uma recuperação gradativa nos emplacamentos. Apesar de ainda estarmos em retração, no acumulado do ano, notamos que, no fechamento do primeiro bimestre de 2022, o volume estava cerca de 13% menor se comparado a igual período de 2021. Agora, a retração caiu para pouco mais de 7%, o que sinaliza um movimento de retomada – afirma Andreta Jr., Presidente da FENABRAVE.

Para ele, o resultado é positivo, considerado o momento global pós-pandemia e de conflitos internacionais. “A Ucrânia, que está em guerra com a Rússia, é um importante fornecedor de insumos para a indústria de semicondutores, o que agrava a crise de abastecimento global. Além disso, há problemas com preços de combustíveis no mundo inteiro. Dentro deste cenário, vemos com otimismo sinais de melhora no Setor”, diz.

O segmento de caminhões segue aquecido e a retração no mês está mais relacionada com a diferença de dias úteis em abril em relação a março. “A demanda por caminhões continua. Tanto que, se analisarmos por vendas diárias, o segmento teve aumento de 7,1% em abril. Além disso, ainda persistem os problemas de falta de peças e componentes”, finaliza Andreta Jr.

Comentarios