Tag: Fenabrave

Vendas de caminhões registram alta de 78% em abril

Vendas de caminhões registram alta de 78% em abril

Notícias
Quedas na taxa de juros e na inadimplência favorecem maior oferta de crédito  Apesar da base de comparação ainda ser baixa, o balcão de negócios com caminhões se mostrou movimentado no mês passado. De acordo com o balanço da Fenabrave, a federação que reúne as concessionárias do País, em abril os licenciamentos somaram 6.233 unidades, avanços de 78,41% sobre os emplacamentos registrados no mesmo mês do ano passado, de 3.488 caminhões, e de 4,27% em relação aos 5.968 vendidos em março.No acumulado de janeiro a abril, o mercado absorveu 20.891 caminhões ante os 13.159 emplacamentos apurados no mesmo quadrimestre de um ano antes, variação que representou expansão de 56,76% nas vendas. Segundo as projeções revisadas da Fenabrave, o segmento de caminhões deve registrar alta 17% nos em
Caminhões saíram da banguela

Caminhões saíram da banguela

Notícias
Após primeiro trimestre com expansão de 50,4% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado, clima de otimismo impera no setor dos pesados Após um dos períodos mais difíceis da história do setor de transporte no Brasil, quando se chegou a atingir uma queda de 70% nas vendas de caminhões, o segmento mostra que saiu da banguela em 2018 e começou a subir forte, com o pé cravado no acelerador, no primeiro trimestre do ano.De janeiro a março, o mercado de caminhões novos cresceu 50,4% com 14,5 mil unidades vendidas contra 9.700 no mesmo período do ano passado, conforme dados divulgados pela pela Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). A produção no primeiro trimestre também aumentou, foi de 24,4 mil unidades, 55,1% a mais que as 15,8
Caminhões voltam a ser financiados com entrada zero e em 60 meses

Caminhões voltam a ser financiados com entrada zero e em 60 meses

Notícias
Condições semelhantes de crédito só foram vistas entre 2010 e 2012, quando as vendas baterem recorde A venda de caminhões no Brasil voltou a ser feita com entrada zero e prazo de 60 meses para o financiamento, afirmou nesta terça-feira, 3, o vice-presidente da área da Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), Sérgio Zonta. Segundo ele, estas têm sido as exigências dos consumidores para fechar o negócio. Os bancos, principalmente os das montadoras, têm topado. “Os bancos tradicionais estão começando agora a seguir esse movimento”, disse o executivo. As taxas de juros, ainda de acordo com o executivo, também estão favoráveis, em torno de 1% ao mês. Tais situações de crédito só foram vistas entre 2010 e 2012, disse o executivo, quando as vendas de caminhões b
Aquecimento das vendas faz Fenabrave rever projeções

Aquecimento das vendas faz Fenabrave rever projeções

Notícias
Desempenho do mercado de caminhões no primeiro trimestre apurou alta acima de 51%  Encerrada as vendas dos três primeiros meses do ano, a Fenabrave, federação que representa as concessionárias no País, revisou suas projeções de crescimento do mercado de caminhões divulgadas anteriormente. Enquanto em janeiro, a entidade estimativa alta de 9,5%, agora vislumbra aumento de 17% nos emplacamentos, para 60.919 unidades no fim de 2018.  A previsão, no entanto, indica um posicionamento conservador do setor distribuição, afinal, para boa parte das fabricantes de caminhões, como MAN Latin America, Mercedes-Benz, Scania e Volvo, já divulgaram estimativas de crescimento em torno de 30%. Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, a cautela considera possíveis problemas na base
Venda de caminhões novos salta 56% em janeiro

Venda de caminhões novos salta 56% em janeiro

Notícias
Avanço foi puxado pelos pesados e semipesados, mas o resultado positivo se dá sobre a base pequena registrada em janeiro de 2016. O setor de caminhões começou 2018 com uma alta de 56% nas vendas de modelos novos, segundo dados da federação de concessionários (Fenabrave). Foram 4.594 unidades emplacadas no primeiro mês do ano, contra 2.940 em janeiro de 2016. O salto ocorre na comparação com os volumes baixos do início do ano passado, os piores em quase 20 anos no país. Mesmo assim é uma boa notícia, de acordo com Alarico Assumpção, presidente da Fenabrave. "O cenário econômico, deste início de ano, é totalmente diferente do início de 2017", afirmou. Entre as marcas, a Mercedes-Benz foi responsável por emplacar 31% do total, seguida pela Volkswagen (25%)
Vendas de usados em alta

Vendas de usados em alta

Notícias
Comércio de caminhões de segunda mão segue aquecido Enquanto o mercado interno de caminhões novos sinaliza uma retomada gradual após três de anos de retração, o de usados trilha pelo caminho do crescimento.  De acordo com os dados da Fenabrave, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, de janeiro a agosto ocorreram 227.867 transferências, volume 4,31% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, de 218.452 transações. Somente em agosto, 34.136 caminhões mudaram de dono, altas de 8% sobre as 31.608 transferências registradas um ano antes e de 12,83% na comparação com o julho, quando 30.254 caminhões mudaram de mão. No mercado de usados também a Mercedes-Benz lidera a preferência nos negócios, com 38,5% de participação no acumulado do ano até agosto. A
VW 8.160: o caminhão mais vendido no Brasil.

VW 8.160: o caminhão mais vendido no Brasil.

Notícias
O modelo leve da MAN deverá repetir desempenho do ano passado e liderar as vendas no País Modelo indicado para as operações de distribuição urbana de carga, o Volkswagen Delivery 8.160 promete mais uma vez encerrar o ano como mais licenciado no País.  De acordo com os números da Fenabrave, a entidade que reúne os distribuidores de veículos, o caminhão acumula vendas de 1.322 unidades até julho, o que representa participação de 22% na categoria de leves. O volume de negócios mais próximo de sua marca até o momento é o do pesado Scania R440, com 1.304 vendidos de janeiro a julho. No ano passado, o represente da Volkswagen foi de longe o líder tanto da categoria quanto do mercado de caminhões em geral. O modelo ultrapassou 3.230 unidades emplacadas, encerrando o período com fatia de 25
Vendas de caminhões crescem 8% em julho

Vendas de caminhões crescem 8% em julho

Notícias
O desempenho no mês, no entanto, ainda não recupera a queda no acumulado do ano Os negócios de caminhões em julho registraram alta de 8,25% na comparação com o mês anterior. No período foram licenciadas 4.525 unidades contra 4.180 emplacamentos de junho. Na comparação com julho do ano passado, quando as vendas somaram 4.682 caminhões, o volume representou queda de 3,35%. Os dados são da Fenabrave, a federação que reúne os distribuidores de veículos no país, divulgados na terça-feira, 1º.  Apesar do desempenho positivo de um mês para o outro, o mercado de caminhões ainda sofre para se recuperar. No acumulado dos sete meses, as vendas chegaram a 25.984 unidades contra 30.110 registradas no mesmo período do ano passado, declínio de 13,70%. Para o presidente da Fenabrave, Alarico Assump
Mercedes-Benz quer manter exportação mesmo quando mercado interno crescer

Mercedes-Benz quer manter exportação mesmo quando mercado interno crescer

Notícias
A montadora alemã Mercedes-Benz, cuja produção no Brasil é focada no segmento de caminhões, pretende manter nos próximos anos uma estratégia voltada para exportação, mesmo que o mercado interno volte a crescer. Essa é uma lição aprendida durante o início de crise, período no qual a falta de uma estratégia dificultou o escoamento para o exterior da produção que não encontrava demanda no Brasil. Em 2016, mesmo sem um plano claro para o mercado externo, as exportações de caminhões da empresa cresceram 37% em relação a 2015, para 6,3 mil unidades. “Nós recuamos nas exportações quando o mercado interno estava em alta (o auge do segmento foi em 2011, com a venda de 172,8 mil unidades), e agora estamos retomando, mas foi mais trabalhoso do que para quem tinha uma estratégia de exportação”, dis
Veja as dez marcas que mais venderam em 2015

Veja as dez marcas que mais venderam em 2015

Notícias
A Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) acaba de divulgar os números referentes ao mercado de caminhões em 2015. Com 71.787 unidades vendidas, o mercado fechou o ano de 2015 com queda de 47,62% em relação a 2014, quando 137.052 caminhões foram comercializados. No raking por marca, a Mercedes-Benz ganhou destaque, ocupando a primeira colocação das fabricantes que mais venderam em 2015, confira a tabela: 1º Mercedes-benz 19.311 un 26,90% part. 2º Volkswagen 18.753 un 26,12% part. 3º Ford 12.918 un 17,99% part. 4º Volvo 8.348 un 11,63% part. 5º Scania 5.223 un 7,28% part. 6º Iveco 4.551 un 6,34% part. 7º Hyundai 893 un 1,24% part. 8º MAN 800 un 1,11% part. 9º DAF 443 un 0,62%