A produção de caminhões fez a industria brasileira crescer 8,4% em abril

A produção industrial brasileira subiu 8,4% em abril, ante abril do ano passado. Na comparação com março, a alta foi de 1,8%. Segundo o economista do IBGE, André Macedo, o resultado, bem acima do esperado, por exemplo, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), que previra 1% de expansão para abril, foi puxado principalmente pelos bens de capital e registra o segundo mês consecutivo de crescimento. “Mas precisamos ter cautela, pois os índices de confiança dos empresários não expressam muito otimismo”.

 A categoria Bens de Capital, que sinaliza investimentos, já acumula crescimento de 15,5% em 2103 e apresentou o melhor desempenho de abril, com crescimento de 3,2%, o quarto resultado positivo consecutivo. O Instituto de Estudos para o Desenvolvimento da Indústria (Iedi) afirma não ter mais dúvida quanto ao crescimento da indústria este ano. “No entanto, a intensidade dessa retomada deve ser vista com ressalvas, pois ela está inflada, ou ainda, ela reflete efeitos de fatores pontuais que estão jogando para cima os resultados da atividade industrial.”

Além da contribuição de uma base extremamente fraca, o Iedi aponta “o crescimento espetacular da produção de caminhões”, para explicar o desempenho do setor industrial. “Mas (as vendas de caminhões) refletem uma recuperação ante ao também espetacular recuo ocorrido no início de 2012”.

Leonardo de Carvalho, do Ipea, também recomenda cautela. “Não estou dizendo que a indústria não vai crescer, mas os índices de confiança da industria vem caindo. Por outro lado, mesmo com alguma oscilação, a utilização de capacidade instalada vem melhorando, o que pode se desdobrar em investimento no futuro”, finaliza.

Fonte: Monitor Mercantil

Comentarios