Tag: lei do caminhoneiro

Pesquisa mostra que caminhoneiro brasileiro ganha pouco, trabalha muito e dirige veículos velhos

Pesquisa mostra que caminhoneiro brasileiro ganha pouco, trabalha muito e dirige veículos velhos

Notícias
Os caminhoneiros brasileiros tem idade média de 44,3 anos e renda mensal líquida média de R$ 3,9 mil, sendo que caminhoneiros autônomos ganham R$ 4,1 mil e caminhoneiros empregados de frota, R$ 3,4 mil. As informações foram reveladas pela  Confederação Nacional do Transporte, que produziu a Pesquisa CNT Perfil dos Caminhoneiros 2016, com informações gerais sobre o profissional e a sua atividade. Foram entrevistados 1.066 caminhoneiros (autônomos e empregados de frota), de 4 a 14 de novembro de 2015.Em média, os entrevistados estão na profissão há 18 anos. Esse profissionais dirigem veículos  com idade média em torno de 13,9 anos (16,9 anos dos veículos dos autônomos e 7,5 anos dos veículos de frota). Os caminhoneiros rodam cerca de 10 mil km por mês e trabalham aproximadamente 11,3 hora
Valor dos pedágios dispara com Lei dos Caminhoneiros e alta da inflação

Valor dos pedágios dispara com Lei dos Caminhoneiros e alta da inflação

Notícias
Para dar fim à greve dos caminhoneiros, o governo concordou em retirar a cobrança do pedágio sobre os eixos suspensos dos caminhões - aqueles que não ficam em uso quando o veículo está descarregado ou com pouca carga. Agora a fatura chegou para todos os usuários de rodovias, que terão de bancar o custo que os caminhoneiros e, principalmente, que os donos das cargas deixaram de pagar. Desde abril passado, quando a Lei dos Caminhoneiros foi sancionada, começou uma rodada de fortes aumentos nos pedágios de rodovias. As concessionárias alegaram que seus preços sempre levaram em conta a cobrança de todos os eixos dos caminhões. Assim, a mudança impôs perdas a elas, o que deu base a pedidos de reequilíbrio econômico financeiro dos contratos. A Agência Nacional de Transportes Terrestr
A Imprudência cobra o seu preço

A Imprudência cobra o seu preço

Lei do Motorista, Notícias
“Quem gosta de leis e de salsichas não deve procurar saber como são feitas”. O alerta bem humorado é do célebre chanceler alemão Otto Von Bismarck (1815-1898). Nada contra as salsichas e embutidos em geral – que, aliás, eu aprecio –, cuja fabricação evoluiu muito e hoje não deve guardar mais qualquer semelhança com os métodos utilizados no século XIX. Já com relação às leis, não é possível ter a mesma certeza, sobretudo no Brasil. Exemplo recente foi a tumultuada tramitação do projeto que acabou se transformando na Lei nº 13.103, de 2/3/15, conhecida como a “Lei do Caminhoneiro”.  Sem dúvida, ela tem aspectos que podem ser considerados positivos. Mas em meio a estes, é possível reconhecer alguns jabutis, como são chamados, no jargão parlamentar, os penduricalhos adicionados a um projeto,
A nova Lei dos Caminhoneiros e o impacto no sistema produtivo nacional

A nova Lei dos Caminhoneiros e o impacto no sistema produtivo nacional

Lei do Motorista, Notícias
A sanção da nova Lei dos Caminhoneiros, Lei nº 13.103, em 02 de março de 2015, não pacificou os problemas relacionados ao transporte de cargas no Brasil. Essa é a queixa de empresários e caminhoneiros. Convém lembrar que na contramão dos países mais desenvolvidos o Brasil desarticulou sua malha ferroviária e não investiu na construção de portos para estimular o transporte hidroviário, mantendo-se dependente do transporte rodoviário, apesar da completa falta de investimentos na ampliação e manutenção das estradas, sem contar com o aspecto relevante que envolve a segurança das pessoas e do patrimônio, neste caso, motoristas, caminhões e cargas. Enganam-se todos aqueles que supõem bastar a edição de uma nova lei para resolver as demandas em torno do transporte no Brasil e o quanto a f
CRA tenta avançar em soluções para os caminhoneiros, diz Ana Amélia

CRA tenta avançar em soluções para os caminhoneiros, diz Ana Amélia

Notícias
A primeira audiência pública da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA), marcada para a próxima quinta-feira (12), vai debater o impacto da paralisação dos caminhoneiros sobre a produção agropecuária. Recém-eleita presidente da CRA, a senadora Ana Amélia (PP-RS) disse que os ciclos de debates na comissão,  instituídos na gestão  passada,  foram muito produtivos no sentido de encontrar soluções para os problemas no setor agropecuário e por isso devem continuar. Acompanhe a entrevista de Ana Amélia ao jornalista Adriano Faria, durante o programa Conexão Senado, da Rádio Senado.  Download fonte: Senado