Tag: exames toxicológicos

Apenas 1,3% dos Exames Toxicológicos deram positivo no Brasil

Apenas 1,3% dos Exames Toxicológicos deram positivo no Brasil

Notícias
Depois de 10 meses da implantação do Exame Toxicológico, que entrou em vigor em Março de 2016, foram realizados no Brasil cerca de 979 mil exames em motoristas profissionais. E desse total, apenas 1,3% de resultado positivo para drogas como maconha, cocaína e rebite, cerca de 12 mil motoristas. Esse número está muito abaixo de pesquisas apresentadas anteriormente, e mostram que os caminhoneiros não dirigem sob influência de entorpecentes. Muitos dos motoristas que foram reprovados no exame, ainda reclamam de resultados falso-positivo, afirmando que mesmo sem usar nenhum tipo de droga o exame deu positivo. A contra-prova é um direito desses motoristas. Houve casos, inclusive, de motoristas serem demitidos das empresas por causa de resultados falso-positivos. Para Dirceu Rodrigues Alves
Blitz educativa orienta caminhoneiros sobre exames toxicológicos

Blitz educativa orienta caminhoneiros sobre exames toxicológicos

Notícias
A ação alertou os profissionais de transporte sobre a obrigatoriedade de se fazer os testes, a partir do dia 2 de março, de acordo com a Lei 13.103 ​Os motoristas que trafegaram no Anel Rodoviário, em Belo Horizonte, nos dias 22 e 23 de fevereiro, foram convidados a fazer exames toxicológicos durante uma blitz educativa. A ação alertou os profissionais de transporte de cargas e coletivo sobre a obrigatoriedade de se fazer os testes, a partir do dia 2 de março. Kits com informações sobre o SEST SENAT e a cartilha “Eu Cumpro” – que explica de forma pedagógica as normas da Lei 13.103 (Lei dos Motoristas) – também foram distribuídos. A iniciativa que atendeu 100 motoristas foi organizada pela Fetcemg (Federação das Empresas de Transporte de Carga do Estado de Minas Gerais), e
Estresse e longas jornadas tornam profissional mais vulnerável a drogas

Estresse e longas jornadas tornam profissional mais vulnerável a drogas

Notícias
A partir de março, motoristas profissionais terão de passar por exames toxicológicos A combinação de longas jornadas de trabalho e excesso de pressão tem tornado alguns profissionais mais suscetíveis ao abuso de drogas, legais ou não. É o que constatam estudos como o da bióloga Daniele Mayumi, que realizou testes toxicólogos em 1.316 caminhoneiros parados pela Polícia Rodoviária Federal nas estradas paulistas, entre os anos de 2008 e 2012. A pesquisadora, especialista do Laboratório de Toxicologia do Departamento de Medicina Legal da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), encontrou drogas em 7,8% das amostras de urina coletadas, principalmente maconha, anfetamina e cocaína. "Outras três que também apareceram nas amostras foram morfina, metanfetamina e