Scania planeja produzir 120.000 caminhões em 2020

Scania

“No ano passado, a Scania entregou cerca de 61 mil caminhões em todo o mundo. Nosso potencial em uma base global, para 2020, preveem 120 mil caminhões por ano. Nossas vendas de serviços também irá crescer e nossa meta para produtos relacionados com serviços é que deva representar de 25 a 30% das nossas vendas totais”, destacou Martin Lundstedt, presidente e CEO da Scania, em apresentação na Suécia, em 19 de setembro.

A montadora acredita que no horizonte de 2020, a produção de ônibus possui potencial para chegar a 15.000 unidades anualmente, enquanto os propulsores industriais e marítimos poderão chegar a 20.000 unidades. Tais projeções se baseiam na atividade econômica e considera, que mesmo que o mercado europeu deve se recuperar somente no longo prazo, os mercados das regiões da Ásia, Eurásia e África irão sustentar este crescimento.

“Nós construímos uma posição forte na Europa para os próximos anos com a nossa ampla gama de motores Euro 6, bem como pelo caminhão Scania Streamline e Ecolution – ou seja, produtos e serviços que ajudam a diminuir o consumo de combustível e o impacto ambiental. Enquanto isso, a tendência de aumento da demanda para a eficiência do transporte em mercados emergentes é favorável a nós e agora estamos focando na expansão da nossa presença ainda mais em segmentos-chave”, explicou Lundstedt.

Para conter uma capacidade de produção de 120.000 veículos em todo o mundo até 2020, a Scania já iniciou o que representará um investimento total de 1,5 bilhão de coroas suecas (equivalentes à R$ 519,600 milhões) ao longo de três anos.

fonte: TranspoOnline

Comentarios