Raijan aposta em novidades para voltar ao pódio em Londrina

raijan

Programação começa na sexta-feira com treinos livres. Autódromo recebeu melhorias.

 Depois de fechar a temporada de 2015, a cidade paranaense de Londrina recebe a quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck 2016 justamente a prova que marca a metade da temporada.

Londrina também será a primeira cidade a ver uma prova com as últimas mudanças de regulamento para dar maior equilíbrio as disputas. Agora, serão cinco caminhões utilizando restritor de potência, os cinco primeiros colocados na classificação geral – Diogo Pachenki, com o restritor de 70 milímetros, o segundo colocado Felipe Giaffone com o de 72mm, Paulo Salustiano, que ocupa o terceiro posto, com o de 74mm, David Muffato, o quarto, com o de 76 e Alex Fabiano, quinto na tabela, usará o de 78 milímetros.

Para o piloto Raijan Mascarello, estas mudanças podem ampliar a competitividade e gerar muitas alterações no grid.

“Alguns dos caminhões que estarão com restritor têm uma forte motorização, mas sempre perde um pouco de rendimento. Para quem está um pouco mais atrás na classificação pode ser uma ótima oportunidade de subir”, avalia o piloto que utilizou o restritor na etapa de Campo Grande.

Raijan aposta em uma melhor performance em Londrina depois que a equipe efetuou a troca de algumas peças no seu Mercedes Benz #21, como o volante da turbina.

“Nas duas últimas etapas tivemos quebra dos parafusos do volante do turbo e não conseguimos completar. Com o trabalho do pessoal, vamos com o caminhão zerado para Londrina em busca de um bom resultado”, disse o piloto Hamakk, Pontual Cáceres, Agroeste, Maxxicase e Fazenda Comil.

E uma boa colocação para Raijan significa voltar a disputar pódio. “Londrina é uma pista especial. É preciso buscar uma boa posição de largada e depois procurar não errar no decorrer da prova”, prevê.

Outra alteração é quanto à programação da etapa. A sexta-feira terá apenas um treino, a partir das 16horas. Já no sábado acontecem dois treinos pela manhã, com o treino classificatório acontecendo no período da tarde.

Melhorias
Para receber a categoria do caminhões o Autódromo de Londrina recebeu melhorias no asfalto e na estrutura para o torcedor, redes elétricas e hidráulicas.
O asfalto recebeu um composto especial mais resistente a tração dos pneus.

Classificação
1º – Diogo Pachenki, 161
2º – Felipe Giaffone, 152
3º – Paulo Salustiano, 113
4º – David Muffato, 109
5º – Alex Fabiano, 96
6º – Débora Rodrigues, 93
7º – André Marques, 90
8º – Raijan Mascarello, 83
9º – Wellington Cirino, 65
10º – Gustavo Magnabosco, 61
11º – Valmir Benavides, 57
12º – Regis Boessio, 55
13º – Adalberto Jardim, 46
14º – Pedro Muffato, 34
15º – Luiz Lopes, 33
16º – Joel Mendes Jr., 30
17º – Leandro Totti, 29
17º – Roberval Andrade, 29
19º – Djalma Fogaça, 28
19º – Ricardo Sargo, 28
21º – Jaidson Zini, 26
22º – Beto Monteiro, 22
23º – Felipe Tozzo, 17
24º – Geraldo Piquet, 6
25º – Jansen Bueno, 5
26º – Rogério Castro, 0

Campeonato de Marcas
1º – Mercedes Benz, 337
2º – MAN Latinamerica, 323
3º – Volvo, 176
4º – Iveco, 121
5º – Ford, 107
6º – Scania, 56

JR ASSESSORIA DE IMPRENSA

Comentarios