Polícia recupera carga avaliada em R$ 4 milhões, resgata reféns e prende acusados

Sete pessoas foram presas, por roubo de cargas, durante uma operação policial de combate a roubo de cargas, deflagrada na madrugada desta segunda-feira, 19. As prisões aconteceram após perseguição e troca de tiros com policiais civis da Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), para libertar dois caminhoneiros mantidos como reféns. Três veículos, dois caminhões e uma carga de medicamentos, avaliada em R$ 4 milhões foram recuperados.

De acordo com informações da Polícia Civil, por volta das 16h do domingo (18), dois caminhões carregados de medicamentos foram interceptados pelos criminosos nas imediações do município de São Miguel dos Campos. Eles levaram os veículos para um local de difícil acesso, em Roteiro, onde era realizado o transbordo da carga.

Um dos veículos apreendidos e usados pelo grupo em Roteiro, AL (Foto: PC-AL/Divulgação)

Um dos caminhoneiros contou, em depoimento, que foi abordado no momento em que chegava a um posto de combustíveis.

 “Eles estavam armados e foi muito rápido. Pediram para eu ir em direção a cidade de Pilar, onde paramos, e, sob muitas ameaças, mandaram que eu informasse à seguradora que iria fazer outra parada”, detalhou o motorista.

O motorista disse também que saiu de São Paulo com destino a Pernambuco e que ele e o motorista do segundo caminhão foram mantidos como reféns no mesmo local onde eles estavam transferindo a carga para outros veículos.

O resgate aconteceu por volta da meia-noite, quando os policiais chegaram ao local.

Publicidade:

anuncio

Segundo a delegada titular da DRFVC, Maria Angelita, o grupo vem sendo investigado desde o final do ano de 2016, no entanto, como eles mudam muito os integrantes, uma parte foi presa anteriormente e a outra presa hoje. “No momento em que verificamos que os criminosos estavam agindo e que os caminhões roubados estavam sendo levados para dentro das canas, acionamos toda a equipe e fizemos a abordagem”, contou a delegada.

Maria Angelita disse ainda que parte da quadrilha conseguiu se evadir pelo canavial, mas a carga foi recuperada e os carros utilizados para dar apoio à ação criminosa – um Fiat Bravo, uma Hilux e um Fox,  além de dois caminhões utilizados para o transbordo da carga roubada foram apreendidos.

Aparelho usado para empresas de segurança dos veículos não perceber atividade dos criminosos (Foto: PC-AL/Divulgação)

Os policiais também encontraram um aparelho chamado “jammer” utilizado pelos criminosos para bloquear o sinal de telefones celulares e impedir que o sinal dos caminhões chegue até o satélite das empresas de segurança que monitoram o veiculo.

Os sete presos foram encaminhados para a sede da DRFVC e autuados pelo crime de receptação. A polícia continua com as investigações com o intuito de prender os criminosos que fugiram.

Fonte> Cada Minuto

Comentarios