NTC&Logística publica nota de repúdio as paralisações organizadas por caminhoneiros autônomos

De acordo com o texto, “trata-se de movimento de natureza política e dissociado até mesmo das bandeiras e reivindicações da própria categoria”. (Foto: reprodução)

NTC&Logística publica nota de repúdio as paralisações organizadas por caminhoneiros autônomos

Texto destaca que atos resultaram no bloqueio do tráfego em várias rodovias do país, por influência de supostos líderes da categoria

A Associação Nacional do Transporte de Cargas e Logística – NTC&Logística, publicou nesta quarta-feira (08), uma nota de repúdio às paralisações organizadas por caminhoneiros autônomos com bloqueio do tráfego em diversas rodovias do País, por influência de supostos líderes da categoria. De acordo com o texto, “trata-se de movimento de natureza política e dissociado até mesmo das bandeiras e reivindicações da própria categoria, tanto que não tem o apoio da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos”.

Preocupa a NTC o bloqueio nas rodovias o que poderá causar sérios transtornos à atividade de transporte realizada pelas empresas, com graves consequências para o abastecimento de estabelecimentos de produção e comércio, atingindo diretamente o consumidor final, de produtos de todas as naturezas inclusive os de primeira necessidade da população como alimentos, medicamentos, combustíveis etc.

Esperamos que as autoridades do Governo Federal e dos Governos Estaduais adotem as providências indispensáveis para assegurar às empresas de transporte rodoviário de cargas o pleno exercício do seu direito de ir e vir e de livre circulação nas rodovias em todo o território nacional, como pressuposto indeclinável para o cumprimento da atividade essencial de transporte.

As empresas de transporte rodoviário de cargas, desde que garantido o livre trânsito dos seus veículos, terão condições de assegurar a continuidade do normal abastecimento em toda a cadeia de produção e consumo para a tranquilidade de todos.

A NTC deixa claro que não apoia esse movimento, repudiando-o, orientando as empresas de transporte a seguirem em sua atividade e orientando os seus motoristas para em caso de bloqueio ao trânsito dos seus veículos acionarem imediatamente a autoridade policial solicitando sua liberação. 

*FRANCISCO PELUCIO – Presidente da NTC&Logística.

Comentarios